Educação à distância: como posso ajudar os meus filhos a aprender e a continuarem desenvolvendo-se?

Certas atitudes podem fazer a diferença na aprendizagem e desempenho acadêmico de seus filhos.

Emma E. Sánchez

Após a pandemia do COVID-19, o mundo mudou, sem dúvida, em muitos aspectos. Muitos negócios e serviços se adaptaram, outros mudaram para seguir adiante, mas quando falamos da educação, especialmente a dos mais jovens, falamos de uma transformação que transtorna não só docentes e alunos, mas a família, e com ela a sociedade.

No encerramento do ciclo escolar 2019-2020, muitos docentes mantinham a esperança, pelo menos aqui no México, que iniciaríamos o próximo ciclo escolar de maneira presencial, ou pelo menos em alguns dias, mas isso não aconteceu.

Amanhã, ou quando você ler este artigo, milhões de crianças e jovens vão acordar muito cedo e ligar um computador, um tablet ou um celular, na melhor das hipóteses, para se conectar com seus professores e ter aulas, também outros milhões tomarão suas lições por meio da TV, do rádio ou onde seus professores os possam contatar.

O que é certo, é que os estudantes estarão iniciando um curso isolado, muitos outros sozinhos, porque os pais irão trabalhar, e todos muito longe dos amigos com quem se divertiam e aprendiam, e de seus professores. As relações sociais e o contato humano necessário para ensinar e aprender não farão parte do cotidiano, mas há muitas outras coisas que farão e que devemos aproveitar para que este ciclo escolar seja igualmente bem-sucedido e cheio de aprendizagens como todos desejamos.

Então, convido você a considerar as seguintes recomendações para obtê-lo.

Advertisement

Comunicação, comunicação e comunicação

Entre em contato com o professor do seu filho e sua escola. Imagine que você está em uma pequena nave com seu filho ao volante e você como seu copiloto. O piloto tem poucas horas de treino e de voo, por isso deve estar muito concentrado no volante e você, como sua boa ajudante, vai assessorá-lo o máximo possível e manter a comunicação com a torre de controle para verificar se o rumo está correto, ou para saber que botão acionar quando o piloto não souber resolver alguma coisa.

Evite criticar e julgar o professor de seu filho ou a sua escola, todos estamos igualmente preocupados com a situação econômica, a saúde e em conseguir fazer com que as crianças aprendam sem nossa presença física.

Convido-o a trabalhar em equipe.

Comunicação entre amigos e colegas

As crianças precisam socializar e ter amigos para que seus processos de aprendizagem aconteçam, não pode ser o contrário. Permita, de vez em quando e com as devidas formas de segurança, que seus filhos façam videochamadas com outras crianças, amigos e colegas, nós, adultos, ainda estamos verificando se o campo é seguro e logo os deixaremos desfrutar sua infância.

Entre em contato com seu filho

A melhor e mais importante parte de tudo: fale com seu filho, escute e observe, sonde, mas, não o encha de perguntas, seja mais sutil e ganhe sua confiança para estar atenta ao que o capitão da nau requer para que ele chegue a bom porto.

Advertisement

Longos dias de trabalho

Pessoalmente, sou contra, mas entendo que muitos pais exigem que seus filhos estejam “ocupados” para que possam ir trabalhar. As outras razões de “eu pago a escola, então quero todas as horas”, ou qualquer que seja, não justifica uma criança ficar 8 horas em frente a um computador. Não está em sua natureza simplesmente.

Então, se o seu filho vai ter longas jornadas, cuide:

Seus olhos: que pare um pouco a cada hora, os feche e os descanse um pouco. Se começar com irritação ou desconforto, descarte a necessidade de lentes ou utilize um protetor de tela, isso reduz a luz que cansa os olhos.

Seu espaço de trabalho deve ser livre de distrações: mas não em um lugar isolado da casa, um lugar onde possa ser supervisionado com frequência.

A cadeira deve ser confortável: sobretudo, que seus pés toquem o piso –  é fundamental, e se ele não o alcança, ponha um banco pequeno, isto traduz-se em saúde para sua coluna e pescoço. Quando as crianças necessitarem de movimento, recomendamos que usem uma bola de yoga como cadeira, de tal maneira que suas necessidades de movimento sejam satisfeitas, porque o corpo do aluno estará trabalhando em subir e descer, guardar o equilíbrio, mover as pernas, e então sua mente poderá concentrar-se na lição.

Verifique que haja pausas para o almoço, para um biscoito ou fruta como lanche e pausas com movimento físico.

Advertisement

Envolva as crianças em atividades divertidas e deixe tempo para o lazer

Cozinhar, cuidar do jardim, brincar em família são coisas que as crianças apreciam muito e que contribuem muito para seu saudável desenvolvimento e processos cognitivos.

Após longas jornadas de trabalho, também é necessário desconectar-se, dormir, descansar; e embora não acredite, tempo para fazer nada.

Não sature seu filho. Não era bom fazê-lo antes da pandemia, muito menos agora.

Certifique-se que ele dedique tempo às relações sociais, às amizades e às emoções

Estes tempos ensinaram-nos a fragilidade dos sistemas, a rapidez com que as economias podem entrar em colapso e a verdadeira importância da saúde e das famílias.

Processem juntos emoções e medos. Há pessoas que estão perdendo familiares, empregos, posses e vivendo crises muito fortes e que podem ser, inclusive, os amigos dos seus filhos. Eles podem ouvir ou saber tudo isso, mesmo em sua própria casa podem estar passando tempos complexos e seu filho precisa processar as emoções e pensamentos de maneira correta e apropriada para que não haja consequências ou transtornos, fruto do confinamento, isolamento ou medo.

Advertisement

O diálogo sincero, as boas relações familiares, o contato físico, o bom humor e uma atitude sadia podem fazer a diferença na aprendizagem e no rendimento acadêmico de seus filhos.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original Educación a distancia: ¿cómo puedo ayudar a mis hijos a aprender y seguir desarrollándose?

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.