Você está comprometida com um homem bem mais velho? Então, você deve ler isso

As relações de homens mais velhos com mulheres jovens não são estranhas nem novas. A propósito, têm uma boa chance de serem longas e estáveis, ​​se você considerar as seguintes recomendações. Convida você a conhecê-las.

Emma E. Sánchez

Um relacionamento é considerado “entre iguais” quando há até dez anos de diferença entre o casal. Entre dez e vinte anos de diferença de idade, as relações começam a ficar desequilibradas e com maior probabilidade de que não durem: porque a diferença de idade faz com se suponha que um vai morrer muito antes do outro; ou porque o intervalo entre gerações é tão grande, que surge uma total incompatibilidade.

Alguns psicólogos argumentam que quando uma mulher procura um homem mais velho, é por ter necessidades emocionais não resolvidas com o pai; e o caso é o mesmo quando os homens procuram uma mulher mais velha. Deixando essas teorias de lado, vamos nos concentrar no relacionamento entre uma mulher mais jovem que o homem. O que fazer para que funcione?

1. A atração física não é determinante

Esses tipos de relacionamento não são baseados, na maioria dos casos, em atração física. Portanto, você, como mulher (e os dois juntos), deve trabalhar arduamente nas coisas que os fazem felizes, no que os atraiu um ao outro e, portanto, não permitir que outros desafios os separem. Quando a atração é mais pela admiração, pela experiência ou pelo poder, o relacionamento corre um sério risco, porque, em algum momento, algo irá decepcioná-la no ser idolatrado, e o amor terminará. Portanto, trabalhe e concentre-se nas coisas que os unem, que não são baseadas em coisas supérfluas.

2. A sexualidade está em segundo plano

As questões de sexualidade e intimidade do casal estão em segundo plano e não têm muita importância. Esse é um dos grandes desafios que uma mulher experimenta em um relacionamento desse tipo, porque quando ela está em sua plenitude sexual, a do homem está em declínio. Você deve estar muito ciente dessa situação e realmente tomar a decisão de estar com uma pessoa com quem a vida íntima pode não ser mais relevante, ou que você pode tê-la no presente, mas que deixará de ser assim em médio prazo.

3. Evitar paternalismo ou ciúmes

Relacionamentos desse tipo fracassam quando a mulher se comporta, vive e é tratada como filha, não como esposa. A relação deve ser igualmente equilibrada: os dois estão na mesma situação e comprometidos de igual forma no relacionamento; portanto, o diálogo e a confiança devem ser plenos e totais.

Advertisement

O ciúme é outro fator que acaba com os casamentos em geral, mas, nesse tipo de relacionamento em particular, o ciúme é duplamente prejudicial, porque o marido, sabendo que é mais velho e com menos capacidade sexual, fica irritado se um homem jovem aparecer na vida dela. Considere os sentimentos de seu marido, com diálogo e compreensão tudo isso pode ser superado.

4. Não querer filhos

Alguns homens que vivem esse tipo de relacionamento vieram de casamentos anteriores, têm filhos e até netos. Portanto, a ideia de iniciar uma família com crianças pequenas não é algo especial. Por outro lado, muitas jovens anseiam, de todo o coração, se tornar mães e, ao mesmo tempo, têm medo de engravidar e que o bebê nasça com um problema devido à idade do pai. Como lidar com esses desejos e medos? É preciso expressar com sinceridade o que sentimos e desejamos. Com diálogos, entramos em acordo.

5. A questão financeira

Casar-se com um homem mais velho significa, geralmente,  chegar a uma casa já estabelecida, com horários, formas e limites já impostos. Em suma, ela pode incorporar-se a um lar com uma vida feita e com restrições financeiras mínimas, pois já se vive dos frutos de uma vida profissional anterior. Mas, ao mesmo tempo, corre-se o risco de perder o que se tem e não ter mais força, vitalidade e oportunidade para começar de novo. Aqui, a recomendação é a seguinte: como qualquer outra mulher, você deve continuar se capacitando, estudando, mantendo-se atualizada e procurar gerenciar seu próprio dinheiro para estar sempre preparada para qualquer eventualidade.

6. Aceitar os cuidados com a saúde dele

Os cuidados médicos de uma pessoa idosa são uma prioridade. Ao se casar com um homem mais velho, você deve estar bem ciente de que, em breve, se tornará a cuidadora dele, e que suas necessidades pessoais deverão ser secundárias. Isso pode soar mal para você, mas nisso reside a importância de desenvolver o amor, porque é por esse motivo que todos cuidamos de nossa família e o fazemos com devoção.

7. Supor que haverá críticas e aceitar a imagem de si mesma

Prepare-se para ser alvo de olhares e de comentários de todos os tipos; as pessoas, infelizmente, são assim. Entre os homens, é comum que, quando alguém se casa com uma mulher muito mais jovem, é aplaudido e comemorado. Embora, quando é o contrário, se reprove e oculte. A mulher costuma ser a primeira vítima de zombaria e escárnio público, seus próprios amigos e familiares farão com que você se sinta e saiba imediatamente. A coisa mais importante aqui é você se sentir confortável no relacionamento, não ter vergonha de sair com ele e aparecer em público. Gostar de como ficam juntos nas fotos e se sentir bem ao lado dele, em qualquer lugar.

Advertisement

Se nada disso lhe incomoda e você já considerou essas questões com o seu parceiro, amiga, desfrute de seu relacionamento e seja muito feliz!

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger, do original ¿Comprometida con un hombre mucho mayor que tú? Entonces debes leer esto

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.