Vantagens físicas e psicológicas de arrumar o guarda-roupa

Um guarda-roupa organizado e limpo pode fazer muito mais do que se possa imaginar.


Michele Coronetti

A correria constante e falta de tempo servem como desculpa para que o guarda-roupa e outras partes da casa não fiquem tão organizados como deveriam. Mas até que ponto manter o ambiente bagunçado é interessante?

Segundo psicólogos, um ambiente organizado e limpo ajuda o cérebro a receber as mensagens organizadamente. E isso é possível ver através das pessoas. Aquelas que afirmam que se encontram na sua bagunça organizada sempre têm mais dificuldade no trabalho. Não apenas o tempo perdido para achar aquele documento que vence hoje, mas a influência no psicológico de um ambiente desordenado é grande.

Leia: 7 passos para manter seu guarda-roupa organizado

Especialistas em psicologia costumam associar a desorganização sazonal com problemas de saúde e depressão, pois costumam não ter vontade de realizar as tarefas e vão deixando acumular até virar um caos; reflexo dos sentimentos. Pesquisas mostraram que os desorganizados são os campeões em reclamações e sentimentos negativos. Postergar a arrumação pode ser uma forma de fazer o mesmo com os outros compromissos da vida.

Já o contrário, aquela pessoa com “mania de arrumação e limpeza”, também está na lista dos psicólogos, indicando problemas internos enraizados. O equilíbrio neste item demonstra ajuste emocional.

Certa vez vi um filme, não recordo o nome ou a época, mas lembro que a protagonista estava passando por um problema muito sério e, apesar de ser tarde da noite, ela pegou a pilha de roupas que estava em um canto da casa, separou, passou e organizou o guarda-roupa. Ao final da tarefa ela estava sorridente e dizia ter encontrado a solução para o problema que a afligia. Organizando e separando as roupas ela também organizou seus próprios pensamentos dando a oportunidade de sua mente encontrar a solução para as dificuldades que lhe afligiam enquanto cumpria a tarefa.

Outras áreas também podem ser aperfeiçoadas através deste simples ato de organizar o guarda-roupa:

Advertisement

1. Determinação

Sempre haverá uma preguiça dizendo que é uma tarefa muito chata. Programar-se para realizar a arrumação e cumprir a meta ajuda a transformar o caráter e proporciona maior determinação em outras questões da vida. Se for uma pessoa com muitos compromissos, divida o guarda-roupa em setores e arrume um por vez.

2. Melhorar o ambiente

É incrível, mas logo depois de organizado e limpo parece que todo o ambiente foi ampliado e ficou mais iluminado. E isso faz muito bem a qualquer pessoa que precisa permanecer no local.

3. Tempo

Ele fica otimizado quando as coisas estão no lugar. O costume de sempre guardar objetos e roupas após o uso também ajuda a sobrar tempo para passar com quem se ama.

Leia: 10 dicas para dedicar mais tempo à família

4. Doações

Fazer o bem sempre melhora a autoestima e humor das pessoas que a praticam. Separar e doar aquelas roupas que não estão sendo usadas ou que não estão servindo mais, direcionando para pessoas que realmente necessitam e sentirão gratidão pelo que estarão recebendo, proporcionará momentos de felicidade interna e duradoura.

5. Ganhar roupas novas

Seja de você mesmo ou de alguém, sabendo exatamente o que existe no guarda-roupa e doando peças sobressalentes, fica mais fácil adquirir novas peças que combinem com o que já se tem.

Algumas dicas para que a tarefa não seja tão difícil:

  • Mantenha alguns cabides a mais para eventuais emergências e para não desorganizar o ambiente com sobrecarga de roupas em um mesmo cabide.

  • Sempre que inserir uma peça nova, retire uma gasta ou que não fará falta.

  • Abotoar e fechar zíperes ajuda a manter a roupa esticada no cabide.

    Advertisement
  • Problemas de umidade são facilmente resolvidos com soluções caseiras, como colocar um giz escolar em cada canto para absorver a umidade, ou com produtos específicos no mercado. Deixar as portas abertas em dias ensolarados uma ou duas vezes por semana também ajuda.

  • Sapatos podem ficar em saquinhos de TNT com visores desde que estejam secos e limpos. Bolsas também podem ser guardadas em saquinhos para melhor conservação.

  • Roupas usadas, mesmo que com odores agradáveis, sempre têm resíduos de suor e poeira. Se não for lavar, deixe em um cabide para arejar antes de guardar no armário.

Leia: Como organizar seu guarda-roupa nas mudanças da estação

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.