Vantagens e desvantagens de ter um marido mais novo

Sim, o amor vence barreiras! Mas é preciso ser realista e imparcial; e colocar na balança os prós e contras, antes de se envolver com um homem mais novo.


Erika Strassburger

É comum encontrar mulheres que se sentem atraídas por homens mais novos, às vezes bem mais novos; ou que acabam simplesmente se apaixonando por um “garoto” sem se importar com a diferença de idade.

Mas quando o relacionamento fica sério, é impossível não pensar no futuro: “Como será daqui a 10, 20 anos?”, “Será que vale a pena?”. É bom ter consciência de que nem tudo são flores, aliás, é comum haver muitos espinhos quando a diferença de idade for expressiva.

Confira as vantagens e desvantagens de se embarcar em um relacionamento dessa natureza, depois tire suas próprias conclusões:

Vantagens

Romantismo

Os homens mais jovens costumam ter um romantismo mais explícito, e isso realmente encanta as mulheres.

Leveza

Talvez por ainda não terem tanta responsabilidade sobre os ombros, ou porque não foram “contaminados” por muitos relacionamentos frustrados, os homens mais jovens são mais leves, divertidos e alegres.

Disposição física

Mulheres maduras que são fisicamente ativas e têm espírito jovial sentem-se realizadas ao lado de homens jovens. Eles geralmente topam passear, dar uma caminhada ou corrida, ou outra atividade que deixaria um homem mais velho fatigado em pouco tempo.

Espírito aventureiro

Há mulheres que amam se aventurar, e acham que precisam de um homem mais jovem ao seu lado, já que os mais velhos são, em geral, mais acomodados.

Advertisement

Aparência

Não que isso seja exatamente uma vantagem, mas as mulheres têm muito mais recursos para disfarçar a idade. Isto é, uma mulher de 40 poderá parecer bem mais jovem que um homem de 40. E isso é positivo quando se tem um marido mais jovem.

Leia: 10 coisas surpreendentes que acontecem depois dos 40 na vida de uma mulher

Desvantagens

Preconceito

Não é comum as pessoas verem com naturalidade o relacionamento de, por exemplo, um homem de 25 com uma mulher de 40, ou um homem de 38 com uma mulher de 50. Então, o casal precisa aprender a lidar com olhares tortos e comentários inconvenientes. E precisa estar preparado para a rejeição até mesmo da própria família.

Maturidade

Pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos comprovam algo que já sabíamos há muito tempo: as meninas começam a amadurecer muito antes dos meninos. Se a diferença na idade cronológica já for grande, a diferença na maturidade será ainda maior.

Choque cultural

A não ser que ambos tenham interesses semelhantes, isso poderá ser um problema.

Os hormônios

A partir dos 40, a libido da mulher começa a diminuir, já que a produção de estrogênio vai caindo. É o início do caminho rumo à menopausa. Enquanto os hormônios do homem continuarão borbulhando.

Filhos

Dependendo da idade que a mulher tenha, talvez ela não queira ou não possa ter filhos (ou mais filhos). E se o homem ainda não tiver filhos, isso poderá representar um grande obstáculo ao casal.

Insegurança

No início é tudo um mar de rosas. Ainda que haja uma diferença de 10 ou 20 anos entre o casal, a mulher ainda poderá parecer fisicamente fantástica ao lado do seu brotinho. Mas os anos virão, e a flacidez, as rugas, a queda na libido e tudo mais que vem com a idade gerará uma grande insegurança. Pode ser difícil administrar esse sentimento.

Dificuldade para aceitar a idade

A mulher poderá ficar obstinada por academia, produtos de beleza, cirurgias plásticas, e isso irá lhe fazer muito mal. Ela poderá não encarar a maturidade como deveria – com alegria, mas como um monstro que vem com tudo para acabar com sua felicidade conjugal.

No meio artístico é bem comum ver mulheres maduras se casando com homens, 20, 30 anos mais jovens. Mas vemos, também, que são relacionamentos relâmpagos. É preciso estar ciente que, conforme os anos vão avançando, as vantagens vão diminuindo. E a única coisa que poderá realmente manter o casamento estável será o verdadeiro e puro amor, que é despido de preconceitos, desinteressado e enxerga além da aparência física.

Advertisement

Leia também: Estar solteiro ou divorciado depois dos 40: Dicas e soluções

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.