Seus filhos sempre terão dinheiro e trabalho se você lhes ensinar essas 7 habilidades

Você já está fazendo isso?

Emma E. Sánchez

No passado, ter um bacharelado era garantia de conseguir um emprego. Depois, não bastava mais ter um diploma de bacharel, também passou a ser necessário conhecimento e experiência na área de trabalho. E hoje, nem se fala! São necessários mais do que diploma e experiência. O mundo do trabalho precisa de pessoas com habilidades que lhes permitam crescer com desenvoltura e facilidade; não fique preso a um único emprego, mude, ouse galgar patamares mais altos e poderá até mesmo criar seu próprio negócio e gerar emprego para outros.

Independentemente da profissão, treinamento ou “skills” que uma pessoa jovem tenha atualmente, as sete habilidades a seguir devem fazer parte de seu currículo no momento de ingressar na vida produtiva. Tome nota para que os incentive em seu filho:

1. Definitivamente: dominar o idioma inglês

Sério, domine! Não apenas diga que você tem uma porcentagem do idioma, mas seja capaz de escrever um documento adequadamente, entendê-lo completamente e manter uma conversa nesse idioma por qualquer meio de comunicação.

O mundo globalizado obriga a nos comunicar na linguagem dos negócios primeiro e depois, se tivermos uma terceira língua – de preferência da Ásia – é muito melhor. Seja para o seu filho ou para você, a Internet oferece cursos on-line – gratuitos – que ajudarão você a atingir esse objetivo de dominar um segundo e até um terceiro idioma.

2. Saber vender

Sim, é o que você leu: seu filho deve aprender a vender (se). O produto é o menos importante, o importante é ter o caráter, a linguagem, a persuasão, o carisma e toda habilidade de quem sabe vender algo. Uma ideia, um produto, um objetivo ou até mesmo um sonho.

Advertisement

3. Manejar bem a internet

Manejar a internet não é só conversar ou usar várias redes sociais, é entrar na “rede” em busca de informação, classificação e especificação do que se encontra lá, para obter o que é necessário.

4. Conhecimento de gestão …

… E até contabilidade. São ferramentas cujo conhecimento nunca é demais. Se este conhecimento for adicionado ao manuseio da documentação correspondente, teremos uma pessoa altamente desejável pelas empresas, que pode desempenhar várias funções e, portanto, ser muito mais interessante para se contratar.

5. Saber gestão de pessoal

Liderança. Quando eu era jovem, ouvi dizer que os mais velhos reclamavam da falta de líderes, e isso não fazia sentido para mim, porque, ao mesmo tempo, eu via muitas pessoas que eu considerava “um líder”.

Com o passar dos anos, compreendi que um líder não é um chefe, muito menos um tirano, mas alguém capaz de gerar a sinergia necessária para que as coisas aconteçam. É uma pessoa que inspira, que incentiva e que está um passo à frente dos outros para ajudá-los a percorrer determinado caminho.

Então a conclusão é: sim, precisamos de líderes.

Advertisement

6. Cordialidade

Em primeiro lugar com os colaboradores, colegas de trabalho e clientes da empresa. Uma pessoa educada, amigável, cordial, madura, realista e com um senso de serviço bem-sucedido pode fazer maravilhas pela sua empresa ou local de trabalho, e aqueles que conhecem o mundo dos negócios sabem disso.

O melhor de tudo é que essa habilidade é aprendida, absorvida, modulada, corrigida, praticada e aperfeiçoada em casa.

7. Ser um cidadão do mundo

Hoje, mais do que nunca, o que se requer são homens e mulheres com raízes, tradições e domínio de sua cultura, capazes de lidar com pessoas totalmente diferentes. Ser cidadão do mundo significa que você é alguém familiarizado com a história de outros países, culturas, religiões e com mundo sustentável.

Estas parecem habilidades difíceis de se alcançar? Na verdade, não! Tudo é possível de se alcançar através de disciplina e perseverança.

Seu filho vai agradecer.

Advertisement

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original Tus hijos siempre tendrán dinero y trabajo si les enseñas estas 7 habilidades

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.