Seu filho desenha sempre a mesma coisa? Ele quer dizer algo

Uma das maneiras de observar como vai o psicológico das crianças é através dos desenhos, muitas vezes elas expressam aquilo que não conseguem dizer.


Stael Ferreira Pedrosa

As crianças geralmente gostam de desenhar e colorir. Essa é uma maneira simples de expressar o seu mundo interior. Crianças amadas e bem ajustadas costumam desenhar as figuras importantes do seu mundo como o pai e a mãe.

Além disso, os traços e as cores e o tipo de desenho dizem muito sobre a criança.

Geralmente a criança usa o desenho para externar as transformações que sofre enquanto cresce e se desenvolve. O que torna o desenho um documento dessas transformações para um psicólogo.

A opinião dos psicólogos da Unidade de Desenvolvimento Psicológico e Educativo de San Salvador, é que eticamente falando, os desenhos infantis só podem ser interpretados por um profissional da área de saúde mental e de acordo com protocolos elaborados especialmente para esse fim.

O especialista analisará o desenho levando em conta o “background” da criança, ou seja, suas condições de vida e história da família, além de sua história pessoal.

É bom ressaltar que o desenho é importante, mas não define tudo. Como é apenas uma expressão sentimental é possível dele extrair-se pistas de como a criança se sente a respeito de seu mundo particular, mas não é possível só através deles dar um diagnóstico.

Como a criança “saudável” desenha?

Coloquei o saudável entre aspas devido à dificuldade de se dizer o que é saudável quando se trata de um assunto tão subjetivo como emoções e mente. Porém, segundo especialistas, a criança bem ajustada ao meio em que vive costuma ter um comportamento típico ao desenhar:

Advertisement
  • Traços benfeitos, definidos, contínuos (sem quebras)

  • Pessoas sorrindo

  • Famílias completas

  • Formas grandes

  • Pressão correta (nem forte, nem fraca) sobre o papel

  • Multicoloridos

  • Traços de acordo com a idade da criança

Como identificar se há algum problema através do desenho?

Como já dito anteriormente, há que se considerar o histórico por trás da criança. Mas, é possível suspeitar-se de problemas se a criança:

Desenha sempre a mesma coisa

Procure um significado para esse desenho, ele é importante e pode estar revelando algo. Se for uma pessoa isolada dentro de uma figura, órgãos genitais à mostra, um desenho sombrio, em cores fortes e/ou traços com muita pressão, converse com seu filho sobre o significado do desenho e, se necessário, procure ajuda psicoterápica.

Desenha órgãos genitais à mostra

Ela pode estar sendo vítima de abuso. Mais uma vez há que se conversar com a criança sem repreensões e acusações. Busque saber por que ela está desenhando isso, onde ela viu, ou quem lhe mostrou. Procure ajuda profissional.

Advertisement

Leia: Filho com medo: Como superar medos irracionais

Vermelho em excesso

Pode ser que a criança apenas goste da cor ou só tenha esse lápis disponível, mas se não for este o caso, há que se investigar uma possível agressividade.

Traço fraco ou forte demais

O traço utilizado pode revelar insegurança, se este for fraco; ou angústia, quando é muito forte. O que não se aplica a crianças abaixo dos 2 anos, pois elas estão na fase das garatujas (rabiscos) e não se enquadra nesse critério.

Desenhos irreais

Desenhos muito fora da realidade, como casas voando, pessoas sem cabeça, ou sem braços, pernas, ambientes que não fazem parte do mundo da criança, são preocupantes e merecem uma atenção maior.

Leia: Seu filho pode ser autista

Desenhar a família faltando pessoas

Pode ser até a própria criança que não está inserida no desenho. Há que se conversar com a criança e saber porque ela ou determinada pessoa da família não está no desenho.

Desenha e apaga repetidamente

Pode indicar ansiedade ou perfeccionismo.

O imaginário infantil nem sempre é acessível aos adultos, por isso se quiser penetrar o significado de um desenho, deve-se perguntar à criança o que ela está retratando. Use “o que” e “por que” em abundância.

Procure entender o que a criança quer dizer. Caso algo incomode ou se você vir um dos sinais de alerta, veja outros desenhos e verifique se há um padrão ou não. Talvez seja interessante pedir aos professores acesso aos desenhos que seu filho faz na escola.

Leia: Fazendo arte: Desenvolva o talento que seu filho trouxe com ele ao nascer

É útil ressaltar que somente um psicólogo ou psicoterapeuta pode interpretar adequadamente o significado de cada desenho. Não tente fazê-lo e nem tente interferir no desenho da criança. Deixe-a expressar tudo que sente para que seja possível assim a interferência por parte do profissional adequado.

Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.