Seu aumento de peso após o casamento, pode significar felicidade. Saiba por quê

Muitas vezes, até mesmo o namoro já engorda, diz um estudo.

Stael Ferreira Pedrosa

Três estudos científicos mostram que casais bem entrosados costumam ganhar peso que variam entre um quilo e oitocentos a dez quilos e meio nos anos iniciais do casamento. No entanto, um dado interessante, mostra que pessoas que namoram também podem engordar. Por que isso acontece?

Pesquisa de Katherine Hankey: quem mora junto sem casar engorda mais

Na pesquisa desta nutricionista, divulgada pela Universidade de Glasgow, chegou-se à conclusão de que as pessoas que se relacionam, casam ou moram juntas, engordam entre um quilo e oitocentos e dois quilos e meio no primeiro ano de relacionamento, e aquelas que moram junto sem casar engordam ainda mais – talvez devido ao fato de a relação não significar algo definitivo e que pode mudar causando ansiedade e instabilidade – outro motivo é que os casais costumam tratar a comida como algo central no relacionamento, fazendo com que os parceiros compartilhem tanto guloseimas quanto alimentos saudáveis como forma de carinho.

Pesquisa de Natalie S. The: o ganho de peso é bem maior

A pesquisa acompanhou 8.000 pessoas e chegou ao surpreendente número de quilos que uma mulher ganha em média nos anos iniciais do casamento: dez quilos e oitocentos gramas. Os homens também aumentam seu peso em cerca de seis quilos nos anos iniciais.  Esta não é a única diferença entre os dois estudos. No primeiro, a autora afirma que os que moram juntos engordam mais, neste, há uma diferença, para menos, de dois quilos e oitocentos gramas, ou seja, a mulher que mora junto engorda em média oito quilos e as que namoram e vivem separadas seis quilos e oitocentos gramas.

A conclusão do estudo é que a convivência aumenta o risco de obesidade para homens e mulheres.

Pesquisa de Nicholas A. Christakis: ganho de peso é “contagioso”

Foram avaliadas 12.067 pessoas entre os anos de 1971 a 2003 como parte de um estudo relacionado a problemas cardíacos. Na pesquisa, o índice de massa de todos os participantes foi avaliado, bem como a verificação da possibilidade do ganho de peso dos participantes estar associado ao ganho de peso das pessoas em seu entorno, ou seja, amigos, familiares ou cônjuges.

Advertisement

O resultado foi que as chances de uma pessoa ficar obesa aumentaram em 57% (no total) se ele ou ela tinha um amigo, parente ou cônjuge que se tornou obeso; no caso dos cônjuges, o índice de probabilidade é de 37% de um cônjuge se tornar obeso, caso o outro cônjuge engordasse.

Este estudo trouxe ainda um fato novo que os outros não trouxeram: as pessoas do mesmo sexo tinham uma influência relativamente maior umas nas outras do que as do sexo oposto, ou seja, casais homoafetivos sofrem maior risco de engordarem juntos.

Felicidade engorda?

Segundo os estudiosos acima, algumas das causas podem ser que as pessoas envolvidas em relacionamentos estáveis e que se sentem felizes, amadas, seguras, não estão buscando outras pessoas para se relacionar, então ficam à vontade para comer o que desejam. Também costumam não sair mais tanto nem frequentar lugares de “pescaria” de parceiros, tornando-se mais sedentários. Por isso, Katherin Hackey recomenda que as pessoas que estão em um relacionamento sério prestem atenção em seu peso. Afinal, embora seja sinal de um relacionamento estável e feliz onde os parceiros não estão interessados em impressionar outras pessoas, a obesidade pode ir aos poucos minando a relação devido à baixa autoestima que pode surgir.

A nutricionista também percebeu que o inverso acontece. Quando se termina um relacionamento, as pessoas perdem peso, o que, de acordo com ela, é plenamente explicável, já que sair de uma relação marital faz ocorrer o contrário, ou seja, a pessoa se vê novamente na busca por uma nova relação e para isso precisa sair de casa e se movimentar mais – e não tem com quem compartilhar as guloseimas como antes.

Um relacionamento feliz não tem que ser um risco

É possível ser feliz, saudável e ter um peso saudável ao mesmo tempo. Afinal é necessário cuidar do coração de sua cara metade, o que não significa exatamente apenas dos sentimentos, mas do coração físico, da saúde de seu cônjuge. Aqui vão algumas sugestões do healthline que podem ajudar a se manterem felizes e saudáveis ao mesmo tempo:

Advertisement
  • Exercitem-se juntos em uma academia.
  • Façam uma caminhada pela manhã ou após o jantar.
  • Adquiram um programa de exercícios em vídeo.
  • Comam menos fora de casa.
  • Cozinhem de forma saudável.
  • Substituam as guloseimas por frutas, castanhas ou nozes.
  • Busquem ajuda médica, se necessário.
Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.