Se você não quer que as coisas saiam do controle, aplique essas 10 regras com seus filhos adolescentes.

Ter bons filhos não é uma questão de sorte ou acaso. Estabelecer regras e limites claros, ser coerente e congruente como pais é apenas o começo da felicidade que as crianças bem-educadas podem nos dar. Descubra como, aqui.

Emma E. Sánchez

Imagine este cenário: você tem alguns potros puro sangue, altivos e lindos! Você os mantém em um curral, onde estão felizes brincando, mas o tempo passa e aqueles potros começam a pular e se tornar mais fortes e mais espirituosos a cada dia. Inclusive um deles já fez uma descoberta: “é possível saltar a cerca”, mas você o laçou e levou de volta para o curral. Mas, os potros continuam crescendo e todos os dias eles colocam cada vez mais atenção nas coisas que estão fora de seu curral, e algo lhes diz que já querem sair e conhecer o mundo exterior. Então, o que você deveria fazer?

Você fortalece o curral

Desde que os filhos nascem, nós, pais, devemos estar constantemente ocupados em “fortalecer o curral”, isto é, fortalecer nosso lar. Como?

1. Regras e limites claros

Crianças e adolescentes devem estar sempre cientes sobre as regras da casa. Seu trabalho é ensiná-las e cuidar que sejam cumpridas.

2. Pais que são bons exemplos

“As maçãs não caem longe da árvore.” Se você se esforça para ser uma pessoa honrada, seus filhos terão uma referência segura sobre como seu comportamento e sua vida devem ser.

3. Pais presentes

Desde a infância, e principalmente na adolescência, você deve acompanhar seu filho, estar com ele, participar de reuniões com seus professores, conhecer seus amigos. O tempo que você não gasta com eles em sua infância e adolescência será o tempo que você passará na vida adulta ajudando-os a resolver seus problemas, porque eles não serão capazes de fazê-lo sozinhos.

Advertisement

Aumente o nível da cerca

4. Regras muito claras sobre o namoro

Seu filho adolescente precisa saber como e quando ele pode começar a sair com alguém e sob quais valores e conduta moral ele deve se comportar desde a infância.

5. Sobre a sexualidade, também regras claras

Não tenha medo de falar claramente sobre essas questões com eles. Estabeleça laços de confiança e comunicação desde a infância, não espere o problema surgir para ensinar.

6. Educação e trabalho não são negociáveis

Se um jovem for treinado no esforço, disciplina e persistência em alcançar seus objetivos, ele terá muito mais possibilidades de ser um adulto cheio de personalidade para enfrentar a vida.

Você abre a porta

7. Tê-los “sob estrita vigilância” não é bom

Os adolescentes precisam sair para o mundo com a sua autorização, mas acima de tudo com a sua confiança de que se sairão bem, porque é para isso que você os educou.

8. Confiança e supervisão

Os filhos devem saber que são confiáveis ​​e que serão solicitados a prestar contas da confiança depositada neles. Confie, mas nunca feche os olhos.

Advertisement

9. Prepare-os para a liberdade

Educar as crianças para que assumam as consequências de suas ações é um exercício que começa na infância e é reforçado na adolescência, é um elemento básico para a liberdade e a vida adulta.

10. Deixe-os desfrutar de sua felicidade e liberdade

Todo bom criador de belos cavalos sabe quando deixar que o potro corra, e não há maior alegria para ele do que os ver fortes e cumprindo “a medida de sua criação”. A alegria dos pais não pode ser maior do que ver seus filhos se comportarem adequadamente e aproveitarem suas vidas com saúde e sem vícios. Isto não é uma questão de sorte, é o resultado de trabalho, dedicação e não apenas de impor regras a um adolescente.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original: Si no quieres que las cosas se salgan de control aplica estas 10 reglas con tus hijos adolescentes

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.