Por mais difícil que seja uma criança, nunca deixe de falar a ela com amor

Elas não deixarão de amar você jamais. Mas se lhes falar sem amor, deixarão de amar a si mesmas.

Emma E. Sánchez

Imagine que está tendo dificuldades no seu trabalho, o ambiente não está bom, há rivalidades entre seus colegas, e no meio de tudo isso você tem diante de si um desafio laboral muito importante, mas que, se o fizer muito bem, pode significar uma mudança na sua vida profissional. Como se sentiria?

Em sua mente, que palavras aparecem? Que frases você ouve? De ânimo ou de fracasso?

Aparece um plano de ação que se sobrepõe ao momento difícil, ou o medo o invade?

Algumas pessoas se preocupam, suam, não conseguem dormir, o estômago começa a incomodá-los, e sabem que devem enfrentar este desafio desejando que algo aconteça e evite o projeto; depois vão fazendo o trabalho aos poucos, mas temem cometer erros, sentem-se incapazes, e uma série de pensamentos negativos aparecem, uma e outra vez.

Você se sobrepõe e, com muito esforço, consegue o trabalho, faz bem, mas sofreu muito

Essas vozes que surgem em sua mente quando algum desafio se apresenta são o resultado de todas as mensagens positivas ou negativas que seus pais repetiram, uma e outra vez, durante sua infância e que ficaram registradas para ativarem-se quando você mais precisa delas, mesmo que não sejam úteis, muitas vezes.

Investigadores do Brookhaven National Laboratory realizaram vários estudos onde analisaram o impacto do uso de palavras negativas constantemente. A pesquisa primária revelou que quando uma pessoa ouve a palavra “não” imediatamente começa a produção de cortisol, o hormônio do estresse em níveis tão elevados, que, no caso de ser uma criança, pode afetar o funcionamento do cérebro.

Advertisement

Você pode imaginar o que acontece, então, com seu filho quando constantemente ouve “não” a tudo?

Ouvir palavras negativas constantemente também foi parte do estudo, e os resultados foram muito semelhantes: as pessoas começaram a desenvolver automaticamente pensamentos negativos que, em minutos, os levaram a estados de estresse; e o mesmo acontece com nossos filhos.

Se você, como adulto, tende a gerar este tipo de pensamentos, deve estar muito consciente das frases que usa, tanto para chamar a atenção de seus filhos como para parabenizá-los e animá-los, pois as palavras que lhes diz serão as que repetirão a si mesmos quando forem adultos e enfrentarem dificuldades.

Fale da conduta de seu filho, não dele

Quando uma criança comete uma falta, focalize a atenção nas ações dela ou na conduta, e não nela mesma. Por exemplo, a criança não fez a tarefa e o pai diz “você é um relaxado” classificando e rotulando a pessoa, quando o que precisa se modificar é a conduta.

É preferível dizer: a partir de hoje vamos nos sentar às 3 da tarde e fazer as tarefas antes de você sair para brincar. Assim, falamos das condutas não da pessoa.

A criança aceita e assume os rótulos que os pais lhes dão

Quando a uma criança é dito constantemente “você é burro”, “desleixado” e coisas assim, a criança escuta, assume, acredita e, então, age como os outros pensam dela.

Advertisement

Se você colocar um rótulo em uma criança, que seja positivo. Fale bem do seu filho, reconhecendo as suas capacidades e ações positivas, diga-lhe isso e lembre-se de que, se vai dizer algo sobre ele a alguém, deve ser algo positivo.

A comunicação a partir de uma abordagem positiva

Não é a mesma coisa quando se diz: “você é burro, como pode não entender algo tão simples?”, e dizer “é necessário prestar mais atenção neste tema para que você possa entendê-lo mais facilmente”.

Tenha em mente que as palavras que disser a seu filho na infância, ele as ouvirá por toda sua vida. Que mensagem sua gostaria que seu filho nunca esquecesse?

Evitar os castigos

Agressões e castigos físicos não funcionam, só geram ressentimentos, não corrigem condutas por convencimento, mas sim pelo medo. Não creio que seja isso que você queira que seu filho se lembre de você, certo?

Lembre-se da história de Pigmalião

Uma história mitológica muito famosa é a de Pigmalião. Trata-se de um escultor magnífico que sonhava em ter uma esposa magnífica e, então, decidiu fazer uma escultura da mulher de seus sonhos e lhe dedicou tanto tempo e amor que os deuses se compadeceram dele e lhe concederam o seu sonho; a escultura ganhou vida, nascendo Galateia, a mulher perfeita para Pigmalião.

Advertisement

Quando explicamos a alguém o que esperamos dele, pois o consideramos capaz e com todas as habilidades para consegui-lo, a pessoa o consegue porque se considera importante, digno de confiança e procura corresponder às expectativas positivas que foram depositadas nele.

Pigmalião acreditou em Galateia e esculpiu-a tal como desejava que fosse, e conseguiu. Você tem esse poder com seus filhos e com todos que ama.

Lembre-se de uma coisa:

As crianças não deixam de amar os seus pais, mesmo que sejam maltratadas ou abusadas, deixam de amar a si próprias, e essa é a verdadeira tragédia.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original Por difícil que sea un niño, nunca dejes de hablarle con amor

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.