Papa Francisco tem um recado mundial para as famílias

No simpósio Humanum realizado em Novembro de 2014, o Papa Francisco atentou para 3 coisas que estão destruindo as famílias. Veja quais são.


C. A. Ayres

O Simpósio Humanum ocorrido e organizado pelo Vaticano, de 17 a 19 de novembro de 2014, reuniu cerca de 350 líderes religiosos de 14 diferentes religiões em 23 países para tratar do tema “A complementaridade do homem e da mulher”.

Na abertura do evento, o Papa Francisco ensinou 3 coisas que precisamos destacar:

1. Destruição das famílias diretamente proporcional ao aumento da pobreza

O Papa declarou: “Há evidências de que o declínio da cultura do casamento está associado ao aumento da pobreza e uma série de outros males sociais, afetando desproporcionalmente mulheres, crianças e idosos.”

Estudos comprovam que o aumento de crimes violentos é diretamente proporcional à falta de um pai no lar. A importância de uma família estável é essencial para o futuro das crianças e da sociedade como um todo.

Leia mais no artigo: O equilíbrio de um lar na formação de seres humanos completos.

2. Aumento de divórcios relacionado com o culto ao eu próprio

Ele disse: “Nós sabemos que o casamento hoje e a família estão em crise. Nós vivemos na cultura do temporário, onde mais e mais pessoas estão desistindo do casamento como um comprometimento público. Esta revolução em maneiras e moral tem levantado a bandeira da liberdade, mas na verdade tem trazido devastação espiritual e material a inúmeros seres humanos, especialmente aos mais pobres e vulneráveis”.

Muitos estudiosos têm atribuído o crescimento dos divórcios na sociedade a uma forma de pensar onde o “eu” é mais importante que o “nossa família”. As pessoas estão indo atrás de saciar seus próprios desejos, popularizando o egoísmo erroneamente como amor próprio, quebrando assim o comprometimento existente no casamento e nas relações familiares entre maridos e esposas, pais e filhos, irmãos e outras camadas da árvore familiar.

Advertisement

Leia mais no artigo: O que o mundo todo deveria saber sobre o divórcio.

3. Coragem para defender o casamento como a complementaridade entre homem e mulher

O Papa ensinou: “Verdadeiros revolucionários procurarão pela verdade e pelo amor duradouro, porque a sociedade precisa que um homem e uma mulher unam-se a formar uma família. Eles precisam ir contra o senso comum de nossa cultura que enfatiza o temporário.”

Na sociedade de hoje, onde mais e mais pessoas estão deixando o casamento de lado, dedicar-se ao compromisso que o casamento envolve de felicidade, criação de filhos, crescimento humano em conjunto é altamente revolucionário. E defender esses princícipios é mais importante do que nunca e é necessário coragem e atitude para tal num mundo rumo à destruição das famílias em diversos níveis sociais.

Leia mais no artigo: 12 ferramentas para fortalecer a estrutura familiar.

A mensagem do Papa Franciso nesse simpósio trouxe à luz um fato real: Países de todos os níveis culturais e econômicos que lutam contra a pobreza, diminuição substancial de nascimentos, permissão massiva de abortos e aumento de crimes e desastres sociais, estão a cada dia mais vulneráveis devido à destruição em massa de casamentos e consequentemente, famílias.

Para saber mais profundamente sobre isso, leia o artigo: Famílias fortes são a chave para uma sociedade próspera.

Imagem: giulio napolitano / Shutterstock.com

Toma un momento para compartir …

C. A. Ayres

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.