Pão torrado pode causar câncer, segundo cientistas

Substâncias cancerígenas foram encontradas na torrada e em outros alimentos como a batata.


Michele Coronetti

Alguns alimentos estão sendo considerados potencialmente cancerígenos. A Food Standard Agency da Inglaterra divulgou recentemente que pães torrados e outros alimentos com partes torradas possuem níveis elevados de acrilamida.

Uma campanha em busca do dourado foi lançada. Ao invés de ingerir torradas bem tostadas, com cores escuras em sua maioria, os alimentos devem estar apenas dourados. Assim a substância não se tornaria uma vilã na saúde de quem a ingere.

Alimentos ricos em carboidratos como batatas e pães reagem ao calor aumentando a produção da substância potencialmente cancerígena. Quanto maior a exposição a altas temperaturas, maior o problema.

Um outro problema foi constatado com o hábito de guardar batatas cruas na geladeira. Com este processo, os níveis de açúcar são aumentados e ao serem preparadas, fritas ou cozidas, elevam a produção de acrilamida.

A escolha pelos alimentos de forma balanceada é sempre incentivada pelos vários órgãos de saúde governamentais no mundo todo. Culturas e gostos podem ser diferentes nas muitas localidades do planeta, porém, o cuidado com a saúde é importante de igual forma. Alimentos preparados de maneira correta evitam doenças e perdas familiares.

Os cuidados com a alimentação para manter a boa saúde vão muito além de deixar de comer alimentos torrados ao extremo. Balancear a ingestão é muito importante para qualquer pessoa, independente das necessidades físicas ou metas de perda de peso. Frutas, legumes e verduras sempre devem fazer parte das refeições, evitando ficar apenas com carboidratos e proteínas, costume da maior parte da população mundial.

Cada pessoa precisa adaptar sua alimentação às próprias necessidades, mas um cardápio balanceado pode conter na maioria das vezes:

Advertisement

Desjejum

Uma porção de pão, torrada (na cor dourada apenas) ou biscoito de água e sal

Uma porção de frutas em forma de suco ou integrais

Uma fatia de queijo, um ovo cozido ou outra fonte de proteína

Intervalo

Um iogurte ou fruta

Almoço

Porções de arroz ou massa, porção de feijão ou outra leguminosa (grão-de-bico, lentilha ou ervilha) ou ainda batata ou mandioca.

Uma porção de proteína animal ou vegetal (carnes, ovos, queijo de soja ou outros)

Uma porção de legumes cozidos ou crus (cenoura, beterraba, abobrinha ou outros)

Uma porção de verduras cruas ou cozidas (alface, agrião, espinafre, couve ou outros)

Uma porção de frutas (suco natural ou como sobremesa)

Intervalo

Uma porção de pães ou biscoitos e uma fruta

Advertisement

Jantar

Nas mesmas bases do almoço

Ceia

Um iogurte ou algo leve para não atrapalhar o sono.

As cores influenciam muito na escolha e devem ser sempre diversificadas durante o dia para que todas as vitaminas sejam absorvidas pelo organismo. A OMS recomenda ao menos 5 porções de frutas, verduras e legumes variados ao dia reconhecendo que para os que se alimentam desta forma a proteção contra as doenças se torna muito maior.

Os cuidados diários com a alimentação, evitando a ingestão de substâncias prejudiciais que apenas encurtam a existência e utilizando alimentos saudáveis e poderosos diminuem as idas ao médico, amenizam a utilização de medicamentos e melhoram a qualidade de vida.

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.