Pai indiano abre estrada de 8 quilômetros com as próprias mãos para mandar os filhos em segurança para a escola

Ele construiu a estrada em terreno montanhoso munido apenas de ferramentas simples, como enxada e picareta.

Erika Strassburger

Dois anos atrás, Jalandhar Nayak, de 45 anos, começou a trabalhar no projeto de construir uma estrada de 15 quilômetros para ligar o vilarejo onde mora, situado no leste da Índia, até a estrada principal de uma cidade próxima, onde seus filhos estudam.

O homem, que não teve acesso à educação, não suportava mais ver seus três filhos se arriscando na travessia entre os montes, e levar três horas para chegar à escola. “Meus filhos tinham dificuldade de andar pelo caminho estreito e cheio de pedras”, contou ao News World Odisha. “Com frequência eu os via tropeçando nas pedras. Decidi, então, esculpir uma estrada que passasse pela montanha, para que eles pudessem caminhar com mais facilidade”, disse.

Nesses dois anos, o vendedor de hortaliças dedicou oito horas por dia em seu projeto e conseguiu abrir 8 quilômetros de estrada. Ele planejava concluir os 7 quilômetros restantes dentro de três anos.

Mas sua história chamou atenção das autoridades

O jornal local fez uma matéria sobre Nayak, que acabou chamando atenção das autoridades indianas. Eles prometeram concluir o trabalho por ele. Não apenas isso. “O esforço de Nayak e a determinação em cortar montanhas para construir uma estrada me deixaram fascinado… Ele será pago por todos os dias em que já trabalhou”, disse Brundha D ao jornal.

Nayak aproveitou a repercussão na mídia e pediu ao governo que levasse luz e água potável para a aldeia. A sua família é, atualmente, a única que mora no local. Os demais moradores foram embora devido à falta de infraestrutura.

Advertisement

O vídeo abaixo mostra um pouco do esforço físico que Nayak fez nesses dois anos

Mas ele não foi o primeiro indiano a fazer algo assim

A história de Nayak está sendo comparada à famosa história de outro indiano, Dashrath Manjhi, que ficou conhecido como o “homem da montanha de Bihar”. Manjhi passou 22 anos (de 1960 a 1982) construindo uma estrada que literalmente cortou montanhas e encurtou em 42 quilômetros o trajeto entre o vilarejo em que morava e a cidade mais próxima.

Manjhi realizou essa façanha para poupar sua esposa, que sempre se feria quando fazia a travessia pela montanha. Ele morreu em 2007 e teve um funeral com honras de chefe de Estado.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.