O que fazer se as pessoas à sua volta acham que você é mal-humorado

Veja como vencer o mau humor e entenda que isso pode se tratar de uma doença.


Fernanda Ferraz

Você é uma pessoa mal-humorada? Tem dificuldade para sorrir? Comunicar-se? Reclama muito de tudo à sua volta?

Os casos crônicos de mau humor já é considerado como doença pela medicina e tem o nome de Distimia.

A Distimia é uma doença que tem características leves de depressão, a pessoa é pessimista. Se você sente irritação, insônia, tristeza, mal-humor quase que constantes, pode ser que esteja com Distimia e isto precisa de tratamento com terapia e antidepressivos. Fique atento aos sinais, pois a Distimia prejudica sua vida por completo, tanto nas relações sociais, como na saúde.

Fique atento aos seguintes sinais: irritação ou nervosismo com qualquer coisa, perda de paciência, estresse, solidão, ansiedade permanente, reclamações diárias e contantes; se faz calor é ruim, se está frio é péssimo e assim sucessivamente.

Realmente existem pessoas com dificuldade para se relacionar de uma forma mais bem-humorada e, muitas vezes, ouve reclamações dos amigos e familiares por manter atitudes mais sérias e consideradas irritantes.

Também não é fácil ter consciência dessa atitude ou doença, dependendo de cada caso, e sentir-se preso aos hábitos do mau humor.

E como mudar quando você percebe que isso atrapalha sua vida, principalmente por estar cansado(a) de ouvir reclamações ou conselhos externos?

Advertisement

Evite o isolamento

.

Ainda que compreenda que necessita mudar, não se isole, achando que essa é a melhor forma de mudar ou evitar os comentários que não lhe satisfazem. Ao sair com as pessoas, evite falar de problemas, contenha-se ao impulso de falar sobre eles.

Exercite

.

Faça um teste de quanto tempo consegue ficar sem reclamar, isso é autodisciplina. Se achar mais fácil, anote em sua agenda, e ao sentir o desejo de reclamar sobre qualquer coisa, pare, e lembre que precisa mudar, para seu bem.

Não se entristeça

.

Se ouvir muitos comentários de seus familiares e amigos sobre o seu mau humor, não fique triste ou com raiva, tente ter mais otimismo e aceite os conselhos; como íntimos seus, falam com o intuito de ajudar por saberem que o mau humor não é saudável e nem bom.

Equilibre

.

Se há coisas na sua vida das quais não gosta, mude e não continue a viver com elas só para ficar reclamando.

Autoavaliação

.

Olhe-se no espelho, converse consigo mesmo(a), se isso o(a) ajudar; diga o quanto é feliz e o que precisa mudar para melhorar.

Advertisement

Fique saudável

.

Faça exercícios físicos, ande numa esteira, faça aulas de dança; as atividades o(a) ajudarão a vencer o estresse, dando-lhe uma sensação boa; aproveite isso a seu favor.

Pare de dizer..

Chega de tanto “não” ou de palavras negativas; seja uma pessoa positiva, pense alto, pense grande, estimule a sua mente a responder sobre coisas boas e agradáveis.

Elogie mais

.

Inverta as palavras ou adjetivos que constantemente tem utilizado, comece a elogiar a si mesmo(a) e aos outros também.

Aprender a ter bom humor é ter mais saúde e qualidade de vida.

Referências:

Minha Vida; Dicas Profissionais.

Toma un momento para compartir …

Fernanda Ferraz

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.