O que fazer quando você está apaixonado por alguém

A paixão pode ser usada para apimentar a relação, mas não deve ser a base de um casal.


Jacira Silva dos Santos Araujo

“Paixão é uma infinidade de ilusões que serve de analgésico para a alma. As paixões são como ventanias que enfurnam as velas dos navios, fazendo-os navegar; outras vezes podem fazê-los naufragar, mas se não fossem elas, não haveriam viagens nem aventuras nem novas descobertas.” (Voltaire)

Quando falamos de paixão, associamos a sentimentos tão fortes capazes de provocar sensações que, muitas vezes, nos fazem perder o sentido da razão e emoção. A paixão faz o nosso coração bater acelerado. A pessoa enamorada fica em nossa mente o tempo todo e ao encontrá-la, as pernas ficam bambas e muitas vezes rimos à toa. Esses sentimentos se misturam e se completam dando um novo sentido à vida.

É normal a paixão causar conflitos entre a razão e a emoção. Se seguirmos a paixão, parece que estamos seguindo uma aventura maravilhosa, porém, como toda ação tem uma reação, não podemos evitar as consequências de uma paixão mal vivida.

O amor e a paixão têm alicerces diferentes

Segundo o dicionário, paixãosignifica sentimento ou emoção levados a um alto grau de intensidade, entusiasmo muito vivo. E amor significa sentimentos que predispõem alguém a desejar o bem de outrem; sentimento de dedicação absoluta de um ser a outro; afeição, amizade, simpatia._ Ou seja, as bases são diferentes. A paixão não deve ser o alicerce de uma relação se quisermos ser levados a sério, porque se nos basearmos somente na paixão podemos nos decepcionar. Todos nós desejamos alcançar uma relação saudável capaz de completar todos os anseios de nosso coração. Porém, a paixão não nos proporciona isso. Precisamos encontrar, então, um verdadeiro amor.

O que fazer quando você se apaixona por alguém?

  • Devemos perguntar a nós mesmos se realmente vale a pena viver essa paixão. Às vezes a empolgação pode cegar o entendimento e nos fazer acreditar que estamos aproveitando o tempo com essa pessoa, mas na verdade estamos perdendo tempo e deixando o verdadeiro amor passar.

  • Agir com a emoção e a razão juntas, visto que é necessário que esses sentimentos estejam completamente em harmonia. Nada pior do que agir com a emoção se a razão nos diz que não é uma boa ideia. Se agirmos somente pela razão, é sinal de que não existe paixão.

  • Siga os conselhos de quem tem mais experiência que você. Nada melhor do que ouvir os conselhos dos pais ou amigos próximos que podem nos orientar qual o melhor caminho a seguir.

    Advertisement

“Oh, paixão, que fazes com meus olhos que não enxergam o que veem?”

(William Shakespeare)

Quando o casal se encontra unido pelos mais profundos e sinceros votos de amor, eles estarão completos e se tornarão uma só carne de acordo com os ditames religiosos. Também podemos usar uma dose de paixão para apimentar a relação. Porém, se essas bases são invertidas, a semente do sentimento verdadeiro não terá raiz profunda.

O amor é como semente plantada em terra fértil, que cresce com o tempo. Porém, a paixão é como palha ao vento, que pode ser levada para qualquer destino. Ou seja, um dia pode acontecer, mas não é seguro.

A paixão pode entusiasmar, mas o amor pode trazer felicidade eterna. Assim como uma comida precisa de tempero para dar o sabor, uma relação precisa do tempero certo como o sal da união, a pimentinha da paixão, o açúcar do respeito e o mel do amor.

Toma un momento para compartir …

Jacira Silva dos Santos Araujo

Jacira Silva dos Santos Araujo é casada, formada em letras pela Faculdades de Guarulhos. Seus passatempos favoritos são: ir ao teatro, ler bons livros, assistir bons filmes e principalmente estar ao lado de seu marido e parentes.