Nossos filhos precisam do nosso tempo mais do que nunca

A casa, o trabalho, a própria vida, e se pararmos por um momento e olharmos nos olhos dos nossos filhos?

Emma E. Sánchez

Manuel e Maria, de segunda a sexta-feira, levantam-se às 5:30 da manhã. Tomam banho e começam a vestir-se enquanto acordam as crianças. Eles têm 3 filhos: um adolescente e dois no ensino fundamental. Às 6:30, procuram tomar café da manhã juntos, mas a realidade é que nem todos se sentam à mesa, pois têm que sair às 7:00 em ponto, do contrário, enfrentarão tráfego e o colégio não admite que as crianças cheguem depois das 7:30.

Quando terminam essa tarefa e cada filho está em sua escola, os pais vão a seus respectivos trabalhos. Manuel tem a oportunidade de sair às 16:00 do escritório e pega as crianças às 16:30 na creche e, na escola estendida o adolescente. Às 17:00 vão juntos pegar Maria que está saindo do trabalho.

Como todos já comeram na escola ou no trabalho, vão ao supermercado comprar o que faça falta para o café da manhã ou para o lanche das crianças.

Em média, a família regressa a casa às 18:00, cansados, mas há ainda o que fazer: tarefas escolares e preparação do necessário para ir à escola no dia seguinte. As crianças tomam banho depois do dever de casa, jantam, os pais continuam com seus compromissos ou assistem TV. As crianças vão dormir às 21:30 e os pais às 22:30, mais ou menos, para no dia seguinte voltarem a repetir toda a história.

Isso lhe parece familiar?

Para milhares de famílias com crianças em idade escolar, esta é a história de suas vidas durante toda a infância de seus filhos.

Advertisement

Todos os adultos dizem o mesmo: trabalhamos para lhes dar o melhor que podemos; e os pais se sacrificam verdadeiramente, e se esforçam continuamente, mas também é muito certo que, no meio de todo o trabalho e cansaço, os pais costumam esquecer e deixar de lado o mais importante que podemos dar aos filhos: o nosso tempo.

Os filhos requerem nosso tempo, nossa presença e atenção constantes, pois desta maneira podem saber que são amados e sentir-se amados.

O que podemos fazer para dedicar mais tempo às nossas crianças neste mundo tão exigente?

Escolher uma escola para seus filhos, não para você

Com certeza, temos que reconhecer, os pais escolhem os colégios de seus filhos pensando em si mesmos, nos horários estendidos, no grupo de amigos que também têm seus filhos ali, os custos, o que está perto de casa e tudo aquilo que se acomode para eles de maneira mais conveniente. E as necessidades da criança, infelizmente, ficam em segundo plano.

As crianças precisam de uma escola onde possam se desenvolver suas habilidades, interesses, ritmo de aprendizagem em um sistema amigável, e onde se sintam confortáveis e bem-vindas.

Advertisement

Há famílias em que, inclusive, cada filho deve frequentar uma escola em particular por suas características particulares.

Sim, isso é, na maioria das vezes, mais complicado para os pais; mas não é esse o nosso esforço e sacrifício?

Repensar as aulas extras

Novamente, muitos pais pagam aulas extras de tudo e qualquer coisa para manter seus filhos ocupados até que eles saiam do trabalho, e usam essas classes ou creches, como “babás” que acalmam a consciência, pois, do contrário, os filhos estariam sozinhos.

Na verdade, reveja a quantidade de aulas extras que seu filho está tendo; isto também pode esgotar as crianças, frear seus desejos e gostos em aprender música ou praticar um esporte. Não pense que tudo para eles é diversão e brincadeira.

A exaustão infantil é uma realidade que está causando sérias consequências nos processos de aprendizagem e desenvolvimento infantil. Vale a pena?

Advertisement

Seriamente, meça o tempo de uso da tecnologia em casa

Começando pelos adultos e depois os filhos, devemos dedicar menos tempo às redes sociais e mais às relações pessoais com outros, especialmente com os pequenos.

Os celulares e tablets não são “babás” nem “chupetas”, eles não podem substituir um pai ou mãe.

Cuide da alimentação deles

Outro fenômeno que ocorre é que, quando os pais correm do trabalho à escola, da escola ao trabalho e do trabalho à casa, a alimentação e a nutrição da família se vê muito alterada. A família começa a consumir qualquer coisa, como fast foods e o excesso de peso começa a se acumular na família.

Mãe, volte para casa

Este é o ponto mais difícil e criticado por muitos, mas é a chave e a resposta para muitos problemas das crianças e jovens de hoje.

Na medida do possível, mãe, volte para casa, sua ajuda e apoio é algo único e inestimável.

Advertisement

Cada uma de nós sabe a nossa realidade pessoal, cada uma sabe o que fazemos e em que podemos nos esforçar um pouco mais. Convido-a, com muita sinceridade, a revisar e fazer um esforço maior para dedicar tempo aos filhos, inclusive brincar com eles. Esses serão momentos maravilhosos.

Deixe a culpa, desfrute de sua família e tudo tomará seu justo lugar. Você está indo muito bem.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original Nuestros hijos necesitan de nuestro tiempo más que nunca

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.