Mulher engravida de gêmeos e perde um; o que o ultrassom descobre 10 dias depois é inacreditável

Esse tipo de gravidez só foi visto 10 vezes em toda a história de que se tem registro.


Shaelynn Miller

Muitos casais sonham com o dia em que darão início à sua própria família. Suas mentes estão cheias de ideias de tradições familiares para realizar, de viagens divertidas para fazer e de grandes recordações que vão construir juntos.

Kate e Peter Hill tiveram esse sonho – um sonho que foi destruído em um dia de 2006.

Os médicos disseram que Kate nunca engravidaria

Em uma entrevista em vídeo, o casal descreve sua incrível jornada de nunca ser capaz de ter filhos, até o nascimento milagroso dos bebês.

Kate foi diagnosticada com Síndrome dos Ovários Policísticos, uma condição de saúde que indicava que ela nunca poderia engravidar. E para piorar as coisas, ela não estava ovulando.

Mas os Hills não desistiram. Kate tomou hormônios para aumentar suas chances de conceber. E, apesar do que os médicos lhe disseram, ela engravidou de gêmeos nove anos depois.

Infelizmente, devido a um aborto espontâneo no início da gravidez, ela perdeu um dos bebês, e os Hills ficaram com um bebê.

Sua gravidez era rara

Mas a gravidez milagrosa de Kate não era o mais surpreendente. Dez dias depois de conceber, ela concebeu novamente.

Advertisement

Então, Kate estava novamente grávida de gêmeos, mas de uma forma que só foi documentada 10 vezes ao longo de toda a história de que se tem registro.

Normalmente, os gêmeos são concebidos quando a mulher libera dois óvulos ou quando um óvulo se divide e torna-se duas células. No caso de Kate, ela liberou outro óvulo depois de já estar grávida.

O obstetra do casal, Brad Armstrong, disse que jamais havia visto algo assim antes. A Gravidez Superfetal – nome que se dá à condição de engravidar durante a gravidez – era muito pouco conhecida. É tão rara, que ele não conseguiu encontrar nenhuma análise sobre o assunto em qualquer site médico de estudo de caso clínico.

A forma como ela concebeu foi uma surpresa ainda maior

O que torna essa gravidez ainda mais rara é o fato de o casal ter feito sexo sem proteção apenas uma vez.

Mas uma vez basta. O esperma normalmente vive de três a cinco dias dentro do corpo da mulher, mas não é o caso aqui. Porque eles conceberam com 10 dias de intervalo, o que significa que o esperma viveu o dobro do tempo esperado, tornando essa gravidez milagrosa um milagre ainda maior.

Agora, os Hills são uma família de quatro pessoas

<3 <3 TWO SWEET BABIES <3 <3

Brisbane Birth Photography would like to congratulate our newest parents on the arrival of…

Posted by Brisbane Birth Photography on Monday, November 30, 2015

Kate deu à luz a duas meninas no final de 2015, as quais ela e o marido chamaram de Charlotte e Olivia.

Mesmo que sejam gêmeas, as meninas são diferentes em muitos aspectos: peso, tamanho, fase de desenvolvimento e tipo sanguíneo. E hoje, a diferença de personalidade está ficando mais evidente.

“Olivia é muito barulhenta, mas Charlotte é a exigente”, disse Kate. “Elas são, definitivamente, pequenos milagres.”

_Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original Woman conceives twins and loses one; What the ultrasound discovers 10 days later is unbelievable

Advertisement
Toma un momento para compartir …