Maneiras para efetivamente punir seus filhos

Maneiras para punir as crianças quando desobedecem ou aprontam alguma arte.


Carla Pinheiro Alves

A educação é o bem mais precioso que uma mãe pode dar a um filho, é um verdadeiro tesouro, pois é um bem eterno… Claro que educar não é somente um mar de rosas, a punição faz parte da educação. Quando nossos filhos fazem algo errado ou que não concordamos, os pais têm o dever e direito de exercerem com amor e eficiência o papel de pais, amigos e educadores.

Acredito que a palavra punição é tão necessária quanto forte e é preciso saber como e o que fazer, qual a dose certa e a punição correta, sim, aquilo que dá certo com seu filho. Embora todas as crianças e adolescentes tenham suas particularidades; cada um tem o seu modo de agir, personalidade, qualidades, dons, talentos e desafios. Acredito que há diferentes maneiras de mostrar a criança o seu erro sem fazê-la sofrer de fato.

Dever de educar

Sou a favor da disciplina, tanto que vivemos numa sociedade onde há lei, deveres, responsabilidades e que cada ato, seja certo ou errado, tem uma consequência, tanto para a sociedade quanto para Deus. Embora acredite que os pais devam exercer o sagrado dever da educação, a disciplina faz parte desse dever, mas que fique bem claro, a humilhação, o sofrimento propriamente dito, o desprezo, a ira não são características do disciplinador, mas do inquisidor, do ditador, do tirano, e do cruel. Além de surtir pouco efeito na atitude das crianças, deixará marcas profundas e eternas na alma delas. Lembre-se das palavras de Cristo: “… Quando fizestes a um destes meus pequeninos, a mim o fizeste”.(Mateus 25:40).

Cantinho da disciplina

Acredito que o cantinho da disciplina pode ser em qualquer ambiente da casa, de preferência longe do alcance daquilo que goste ou que possa distraí-la como, por exemplo, TV, computador, videogame e brinquedos. A criança deve deixar de lado o que estava fazendo para que consiga, a seu modo, com ajuda da mãe, refletir sobre suas ações, ficando neste local por alguns minutos que deve ser proporcionalmente igual a sua idade, como reforça a educadora Cris Poli:

Seu filho deve ficar lá 1 minuto para cada ano de idade.”

Demonstrar um amor maior

Parafraseando as palavras de Alexandre Cardoso, “A maior forma de demonstrar o amor, não está em presentes caros, em palavras ditas, em textos bonitos, em belas músicas ou em lindos poemas copiados, mas sim nos gestos pequenos e atitudes.” Quando deixamos os pequeninos no cantinho da disciplina, necessariamente precisamos demonstrar o quanto os amamos na sequência, para que a criança saiba que o amamos de todo o coração.

Fazendo perceber o seu erro

Outra forma de educar a criança diante de um erro é mostrar-lhe sua insatisfação e tristeza com determinado comportamento. Tenho percebido que com o passar do tempo o cantinho da disciplina vai perdendo seu efeito, a criança vai crescendo e a forma mais penetrante é ela saber que aquela atitude deixou seus pais tristes. Com meu filho de cinco anos é assim, quando era menor o cantinho da disciplina surtiu um grande efeito em seu comportamento, mas agora é mais eficaz mostrar para ele que aquela ação me deixou triste e que não foi legal, ao mesmo tempo ele percebe seu erro e me pede desculpas.

Advertisement

Cada criança tem sua personalidade, cada ser é diferente. Embora muitas vezes sigam o mesmo padrão de conduta e reação, é importante saber que a pessoa que mais conhece seu filho é você mesma, não deixe de exercer a prerrogativa de educar seu filho, não terceirize essa tarefa. Mesmo que seja árdua ela lhe trará bênçãos eternas, independente do método adotado, lembre-se que é apenas uma criança e nunca se esqueça de demonstrar um amor maior.

Toma un momento para compartir …

Carla Pinheiro Alves

Gosto da boa literatura, dos mais diversos assuntos principalmente quando são relacionados à família e seu desenvolvimento. Sempre procuro ler e escrever, amo estar com minha família e dedicar tempo ao meu marido e a cada um de meus filhos.