Maneiras com que os hormônios influenciam as mulheres

Os hormônios regulam diversas atividades do organismo, se eles não tiverem em produção constante podem causar um turbilhão de emoções e mudanças corporais.


Evelise Toporoski

As alterações hormonais que as mulheres enfrentam fazem elas passarem por um turbilhão de emoções e mudanças corporais que nem sempre são tão agradáveis.

Os hormônios progesterona e estrógeno começam a agir no corpo feminino depois de sua primeira menstruação. No período pré-menstrual, conhecido como TPM, é o momento em que o organismo tem uma baixa desses hormônios, o que deixam as mulheres com maior oscilação de humor, mais sensíveis e irritadas, dor nas mamas, aumento do apetite e, algumas vezes, inchaço e dor nas pernas.

Quando a mulher apresenta estes sintomas de forma mais intensa, alguns médicos receitam vitaminas ou fitoterápicos. Algumas mulheres ficam com uma tendência maior a ter depressão, e para estas são prescritos até mesmo o uso de antidepressivos.

Leia: 10 formas de como os hormônios influenciam a vida da mulher

Há também alguns alimentos que ajudam a combater a TPM, amenizando o inchaço, ansiedade e alterações do humor, como:

  • Banana, nozes, castanhas, soja, grão-de-bico, feijão, lentilha, que são ricos em vitamina B6.

  • Vegetais escuros, como rúcula, brócolis e agrião, almeirão, escarola e couve que são ricos em magnésio e ácido fólico.

    Advertisement
  • Açaí, damasco e cereais integrais, que contém triptofano.

Além de caprichar na alimentação neste período, o mais importante para combater a variação de hormônios todos os meses é manter uma alimentação equilibrada todos os dias, evitando alimentos muito gordurosos, com muito açúcar e sal, pois acabam contribuindo para o inchaço, principalmente no período pré-menstrual.

Fazer exercícios físicos regularmente também vão amenizar o mal-estar, pois eles aliviam o estresse e mantêm os níveis hormonais mais estáveis, evitando aquelas alterações de humor.

Esta é a alteração de hormônios mais comum que atinge as mulheres. Conheça também outros que se não estiverem regulados, trazem diferentes desconfortos:

Insulina

Este hormônio é mais conhecido, produzido pelo pâncreas e transporta o açúcar para as nossas células, ajudando a transformar em energia. Caso não haja este transporte, o açúcar fica concentrado no sangue, causando fraqueza, sede intensa, diabetes. O excesso de insulina pode causar o ovário policístico e excesso de peso.

Para regular a insulina, a dica é praticar atividade física regularmente, não consumir açúcar e carboidratos em excesso.

Tireoide (T3 e T4)

Os hormônios produzidos pela tireoide são fundamentais para o crescimento, também regulam o metabolismo, o sono e o intestino. Este hormônio desregulado acontece por histórico familiar, por alimentação com falta de iodo ou pelo consumo excessivo de soja.

Caso a pessoa tenha excesso ou falta dos hormônios T3 e T4, que são produzidos pela glândula tireoide, pode sentir alterações no sono, rápido aumento ou perda de peso. Na falta do hormônio, sentir-se mais deprimida; e com excesso, há ansiedade e nervosismo.

Para estabilizar o quadro, é necessário acompanhamento médico contínuo para a reposição hormonal e a realização de exames de sangue periodicamente.

Cortisol

Este hormônio é produzido pelas glândulas suprarrenais, e é conhecido como o hormônio do estresse. Ele ajuda a combater situações estressantes, a equilibrar a pressão arterial e até mesmo na glicose do sangue. Situações de estresse contínuas e algumas doenças raras desregulam a produção desse hormônio. Um médico endocrinologista poderá indicar o melhor tratamento. Para prevenir, novamente a prática de exercícios físicos é a mais recomendada, além de levar uma vida tranquila.

Advertisement

Existem ainda outros hormônios que ajudam a regular as nossas atividades do organismo. Ter uma vida equilibrada ajuda a ter ainda mais saúde, por inúmeros motivos – um deles sendo cuidar de nossos hormônios!

Leia: Saúde da mulher: 9 coisas que bagunçam completamente seus hormônios

Toma un momento para compartir …

Evelise Toporoski

Jornalista com experiência em redação de jornais e revistas. Mãe e esposa compartilhando experiências de vida!