Kate Middleton não deixa seus filhos brincarem com esse brinquedo controverso. Especialistas revelam se esta decisão drástica é saudável

De fato, é uma decisão radical. Você concorda com ela?


Amberlee Lovell

Kate Middleton deu às mães mais um padrão elevado para admirar – ou criticar. De acordo com a Us Weekly, a duquesa e o príncipe William não deixam seus filhos brincarem com iPad (tablet) em casa.

Princess Charlotte took a tumble on the tarmac as the Cambridges boarded their plane to head home.

A post shared by Kate Middleton (@katemiddletonphotos) on

“Como duas pessoas que cresceram sem dispositivos eletrônicos para o entretenimento, William e Kate são firmes e acreditam nos brinquedos, em brincadeiras ao ar livre e em incentivar uma imaginação ativa”, disse uma fonte da US Weekly.

Como os filhos deles se divertem?

Segundo a fonte, George gosta de andar de bicicleta com seu pai e Charlotte gosta de brincar de princesa da Disney (ela ainda não sabe que é, de fato, uma princesa).

Advertisement

Mas esse padrão é realista ou, mesmo, saudável? Aqui está o que a Academia Americana de Pediatria (AAP) recomenda:

Dê prioridade ao tempo desconectado

Os estudos sobre os efeitos negativos do tempo em frente à tela ainda são um pouco imprecisos.

“Os cientistas estão apenas fazendo abordagens superficiais de como o tempo em frente à tela pode influenciar corpos e mentes em desenvolvimento”, disse a escritora do Science News, Laura Sanders. “Dois estudos recentes apontam certo grau de dificuldade para se obter essas respostas. Mas, os estudos também sugerem que as respostas podem ser importantes”.

O que sabemos é que a brincadeira criativa e desconectada é vital para o desenvolvimento das crianças. Alguns problemas criados pelo tempo em frente à tela são a diminuição da exploração (descobertas), das atividades físicas e de aprender a lidar com os seres humanos da vida real, pessoalmente.

Mantenha as crianças menores de 18 meses longe da tela

Uma conversa ocasional por vídeo pode ser uma exceção, mas, fora isso, evite.

Use a tela apenas como ferramenta – e não exclusivamente para o entretenimento

Quando você apresenta a tela (do computador, celular ou tablet) ao seu filho (estamos em 2017, então você não conseguirá mantê-los longe por muito tempo) faça com que ela seja uma ferramenta de aprendizado. Há muitos programas de alta qualidade on-line que você pode usar para ensinar seus filhos, então, não desperdice o tempo gasto no uso de aparelhos eletrônicos em coisas que não estão ajudando-os a se desenvolver ou se conectar.

Tenha um ambiente sem mídias

Poderia ser um local específico (como o quarto do seu filho) ou um horário específico, como a hora do jantar. Esta regra deve se estender a todos da família. Dessa forma, você não terá dispositivos eletrônicos interferindo no precioso vínculo familiar que seu filho precisa.

Quanto tempo em frente à tela é considerado excessivo

Crianças de 2 a 5 anos não devem ficar expostas por mais de uma hora ao dia a dispositivos eletrônicos.

Advertisement

Durante esses primeiros anos, a AAP também recomenda que você observe o que sua criança está assistindo durante aquela uma hora.

E então, a realeza é radical? Queremos saber a sua opinião

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original Kate Middleton doesn’t let her children play with this controversial toy; Experts reveal if this dramatic choice is healthy

Toma un momento para compartir …

Amberlee Lovell

Amberlee é a gerente de conteúdo do site FamilyShare.com, ela é formada em jornalismo. Ela cria coisas incríveis com sua experiência em escrita, design gráfico, fotografia, vídeo e música. Ela ama sua família, o ar livre, bebês raposa e podcasts.