Estudo revelou o que todos querem saber: os homens dirigem MESMO melhor que as mulheres?

O resultado impressionou muitos! Pode não ser o que você esperava...


Rachel De Castro

O estudo

Um estudo feito no Reino Unido decidiu acabar de vez com a discussão de quem dirige melhor, o homem ou a mulher. E o resultado não foi o que a maioria das pessoas acredita.

Uma parte do estudo entrevistou 1.383 motoristas e apenas 28% das mulheres acreditam que elas dirigem melhor que os homens. De acordo com os homens, o número cai para 13%. Ou seja, 87% dos homens entrevistados acreditam que eles dirigem melhor que as mulheres. Pode-se ver que a grande maioria das mulheres e dos homens acredita que os homens dirigem melhor.

O estudo levou um mês e foram analisados 50 motoristas que enfrentaram uma avaliação feita dentro do carro, enquanto outros 200 motoristas aleatórios foram observados no cruzamento do Hyde Park, em Londres, que é um cruzamento bastante movimentado.

O resultado

Os pesquisadores usaram uma avaliação de 14 aspectos de direção diferentes e as mulheres tiveram uma nota de 23.6 de um total máximo de 30 pontos. Já os homens tiveram a nota de 19.8.

Um dos aspectos analisados foi o quão perto o motorista se aproximava do carro da frente. Apenas 4% das mulheres faziam isso, mas 27% dos homens analisados se aproximam demais do veículo da frente, desrespeitando a distância mínima de segurança para evitar colisão.

Mais da metade dos homens se aproximaram de uma situação perigosa com uma velocidade inapropriada, sendo que apenas um quarto das mulheres fizeram isso também.

14% dos homens “cortaram” no trânsito perigosamente e apenas 1% das mulheres fizeram isso. 24% dos homens, e apenas 16% das mulheres, admitiram o uso de celulares enquanto estão dirigindo.

Advertisement

Qual a sua opinião? Quem dirige melhor?

Toma un momento para compartir …

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.