Estudo comprova: casar faz bem para a saúde

Você vai se espantar com o que a ciência está comprovando sobre o casamento.


Suely Buriasco

Recente pesquisa demonstra que no Brasil o número de divórcios tem diminuído, enquanto que o de casamentos aumentou. Esses dados estão na contramão das opiniões ruidosas e negativas em relação ao casamento, que há algum tempo têm recebido crédito. O fato é que o casamento, mesmo diante de dificuldades naturais, é uma instituição que tem tudo para dar certo, dependendo de como as partes envolvidas, ou seja, os cônjuges, se projetam nessa relação.

Edificação a dois

Um casamento harmonioso não acontece por acaso, é uma edificação a dois que vale muito a pena. Viver em companheirismo e parceria representa grande segurança afetiva, social e até financeira, pois facilita a aquisição de bens e divisão de despesas.

Comprovação científica

Para enfatizar ainda mais essa questão, estudos como o realizado pela Universidade Carnegie Mellon, EUA, apontam que casar diminui níveis de estresse e aumenta a imunidade. Isto é: casamento também faz bem à saúde! A pesquisa citada foi baseada em testes realizados em laboratórios envolvendo 572 adultos saudáveis, com idade entre 21 e 55 anos, e mostraram que entre as pessoas casadas os níveis de cortisol, hormônio liberado em situações de estresse, são muito mais baixos do que entre os solteiros, divorciados e viúvos.

A matéria que aborda o tema dá conta que: “… o trabalho científico explica que o cortisol apresenta picos no período da manhã e é reduzido ao longo do dia. Entre as pessoas casadas, a diminuição é mais rápida, o que significa menores ricos de doenças cardíacas e melhora na proteção do organismo contra doenças”.

Estar em uma relação amorosa satisfatória é, pois, saudável e provoca felicidade. E as comprovações vão muito mais além. Segundo essa matéria, uma pesquisa liderada por Richard Layard entrevistou 200 mil pessoas dos EUA, Austrália, Reino Unido e Alemanha para conhecer os fatores que mais influenciavam na felicidade e no bem-estar. Uma das conclusões divulgadas afirma: “Foi descoberto, então, que estar em um relacionamento amoroso foi o motivo que mais contribuiu para o sentimento positivo”. E para os que acreditam que o dinheiro é tudo, uma dica: os resultados da pesquisa são que estar em um relacionamento deixa as pessoas mais felizes que aumento salarial.

Somos seres sociais e necessitamos amar e sermos amados, por isso a busca por um relacionamento amoroso é tão comum. Viver o amor faz parte das grandes aspirações humanas e representa uma realização de grande importância na vida das pessoas.

Casamento: fonte de saúde e felicidade

Estudos como os apresentados representam grande incentivo para a construção de casamentos que tenham essa significância. Claro, porque não se pode generalizar e, infelizmente, esses resultados positivos não podem ser indicativos para todos os casamentos. O fato é que bons relacionamentos existem e provocam grande felicidade, mas não acontecem sem esforço genuíno de ambos os cônjuges. Há que se buscar harmonia em doses generosas de amor, compreensão, amizade e tolerância.

Advertisement
Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.