Este é o motivo porque você sente mais sono e fome durante o inverno

A preguiça do friozinho tem explicação. Assim como a vontade de comer mais.


Michele Coronetti

Para entender porque sentimos mais sono no inverno precisamos lembrar das aulas de ciências no ensino fundamental. Os dias do inverno são menores e por isso a luz diária é pouca em comparação ao restante do ano. E o organismo que também faz parte desse universo pede por mais horas de sono.

A explicação fisiológica é que o metabolismo fica mais lento, pois com a diminuição da luz externa, a produção de melatonina ganha força e o excesso do hormônio aumenta o sono. O corpo fica muito mais satisfeito quando dorme mais nesse período, especialmente pelos minutos a mais na cama antes de levantar.

A preguiça também fica por conta da redução do gasto de energia que o organismo naturalmente faz, pois precisa de reservas para manter a temperatura do corpo nos dias e noites frios. O sono também aumenta devido a esse armazenamento, pois no repouso o organismo economiza energia.

E por falar em energia para manter a temperatura corporal, este também é o motivo para as pessoas sentirem mais fome no inverno. O organismo buscará maneiras de manter o calor e evitar que partes do corpo se congelem ou percam a sensibilidade. E para isso estimulará a busca de mais alimentos para a reserva de calor.

Engordar durante o inverno não é preciso desde que os alimentos escolhidos para a alimentação e a reserva do organismo sejam saudáveis e adequados. Substituições inteligentes podem garantir um corpo em forma ainda que embaixo dos casacos. Algumas sugestões:

  1. Evitar os alimentos com calorias vazias, mas que são de alta aceitação como doces e chocolates. Eles não satisfazem a necessidade do organismo e logo após seu consumo o corpo pede por mais alimento.

  2. Pães, bolos, biscoitos e outras massas são especialmente atraentes no frio. Ainda mais quando acabaram de sair do forno. A troca de ingredientes vazios como a farinha branca para a integral sacia o organismo e evita o excesso de calorias.

    Advertisement
  3. A escolha por carnes gordas durante o inverno é muito maior, porém seu consumo deve ser parco, de uma a duas vezes por semana apenas. Nos outros dias o melhor é continuar com as carnes brancas mais magras.

  4. As sopas e caldos são excelentes para aquecer as noites de inverno. Para deixar mais cremosas ao invés de utilizar creme de leite, legumes processados no liquidificador são muito mais saudáveis e bem menos calóricos. Eles saciam e são cheios de vitaminas e fibras.

  5. Usar o leite desnatado para preparar chocolate quente. O chocolate também deve ser o light ou diet. Substituir as várias xícaras de leite por chá quente também é uma ótima sugestão.

  6. As frutas de inverno são excelentes para a saúde e para manter o organismo funcionando, aquecendo todo o corpo. Laranjas, tangerinas, morangos e outras contém bastante água, fibras e vitamina C, que além de proteger o organismo contra as doenças virais como a gripe ajuda a combater o estresse.

Indo dormir um pouco mais cedo durante o inverno e ingerindo maior quantidade de bons alimentos durante o frio o organismo permanecerá saudável e forte, aguardando ansioso pela temporada de maior luz e calor.

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.