Ele não sai da internet: O que fazer?

Maridos altamente conectados podem estar viciados em internet e precisam de ajuda.


Suely Buriasco

O uso excessivo da internet tem provocado muitos conflitos entre casais. As reclamações de que o cônjuge fica “navegando” o tempo todo tem aumentado muito. E, em muitos casos não se trata de desconfiança, nem medo de traição virtual, o problema é mesmo a falta de atenção à família.

A internet pode mesmo se tornar um vício, por isso é preciso prestar atenção, principalmente quando a pessoa muda os próprios hábitos para manter-se sempre conectada. Caso você esteja preocupada com o seu marido e, ao mesmo tempo, chateada com essa situação, pense em algumas ações, tais como:

1- Converse amigavelmente

Desde que se evidencie um conflito, o primeiro passo é sempre buscar se entender com o cônjuge e o diálogo é o melhor caminho. Mas para que essa ferramenta de entendimento funcione você precisa observar alguns itens importantes:

  • Escolha o melhor momento

  • Evite fazer cobranças

  • Não se lamente

  • Fale dos seus sentimentos

    Advertisement
  • Peça a opinião dele

  • Escute e considere o que ele diz

2- Tente negociar limites

Uma boa estratégia é propor um acordo pelo qual se estabeleça alguns limites para o uso da internet de forma a não atrapalhar a vida familiar. Alguns momentos podem ser considerados inoportunos como na hora das refeições, por exemplo. Seja persuasiva e o faça compreender que a família precisa dele.

3- Mantenha o que foi acordado

É importante que fique claro que o acordo firmado é para ser cumprido, assim, o tempo que foi negociado para ele estar na internet deve ser respeitado. Dessa forma, ele não terá desculpas em relação ao momento de se afastar do computador. Mas se mesmo assim ele descumprir o que prometeu uma nova conversa será preciso.

4- Vício detectado

Caso as alternativas acima não estejam dando resultado e seu marido apresenta comportamentos do tipo:

  • Busca desculpas para ficar mais tempo conectado

  • Fica ansioso quando longe do computador

  • Mesmo sem estar conectado não consegue participar das atividades familiares

  • Mente em relação ao uso da internet

Então é muito provável que ele esteja viciado e precisa de ajuda para sair disso. Você precisará ser forte, pois, conforme escrevi no artigo: O cônjuge viciado provoca grandes problemas no lar e sacrifica o que há de mais importante que é a própria família.

Advertisement

5- Busque ajuda de um especialista

Há como encontrar publicações como nessa matéria com um passo a passo para sair do vício virtual, mas é importante que seu esposo sinta essa necessidade e se disponha a fazer o caminho contrário do vício. Nesse caso ele vai precisar de muita disciplina e, claro, do seu apoio. Mas o ideal é que ele se convença a procurar ajuda profissional, pois, isso pode facilitar muito para vocês.

Muitas vezes as pessoas demoram, levam tempo demais para perceber o quanto um comportamento repetitivo pode prejudicá-las e, quando caem em si, já estão viciadas. Assim, se você está sentindo que seu marido passa dos limites no tempo que fica na internet, aja o quanto antes.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.