É um simples galo na cabeça? A verdade sobre os ferimentos na cabeça em crianças

Como os pais podem reconhecer uma lesão na cabeça do seu filho? Um olhar sobre o diagnóstico, tratamento e prevenção de lesões na cabeça.


Michelle Schultz

Ferimentos na cabeça em crianças tornou-se um tema do qual as pessoas estão mais conscientes e preocupadas. Como mãe de uma criança que teve ferimentos na cabeça, achei melhor reunir uma série de informações para me ajudar a entender esse tipo de trauma.

Meu filho sofreu uma concussão após bater a cabeça no chão enquanto brincava com amigos. Na época, eu suspeitava que fosse mesmo uma concussão, mas não o levei a um médico, porque ele parecia estar bem. Na semana seguinte, ele bateu a cabeça novamente, mas desta vez começou a ter tonturas, náuseas e alternar entre consciência e inconsciência. Eu tinha dúvidas sobre como identificar lesões na cabeça, que tipos de danos fazem, como são tratadas e o futuro do meu filho depois de um ferimento na cabeça.

Como identificar o tipo de lesão

Há duas classes de traumatismo craniano. A primeira é uma lesão externa e geralmente envolve o couro cabeludo. Na maioria das vezes, quedas ou golpes ferem o couro cabeludo e são conhecidos por sangrar profusamente. Muitos de nós já vimos uma criança com um corte na testa perder tanto sangue que a faz parecer parte de um filme de terror. Exceto as lesões que requerem pontos e as que apresentam ferimentos na cabeça, as lesões externas são tratáveis em casa. O tratamento pode incluir compressa de gelo durante curtos períodos de tempo (20 minutos ou menos), a cada três ou quatro horas.

Os sintomas de lesão grave

Evite deixar o seu filho dormir após bater a cabeça. Se ele bate a cabeça na hora de dormir e não consegue permanecer acordado, fique atento a ele. Observe-o. Verifique se sua coloração está normal, se sua respiração e sono estão agitados. Pancadas podem fazer com que o cérebro bata na lateral do crânio, causando danos cerebrais ou danificando os vasos sanguíneos da cabeça.

Lesões graves na cabeça podem causar inconsciência por algum tempo.

Outros sintomas de lesões graves são respiração anormal, sangramento na boca, nariz ou ouvidos, alterações na fala ou visão, convulsões, dor na garganta, pupilas desiguais e extrema fraqueza ou paralisia.

O que é uma concussão?

A concussão é causada por um golpe na cabeça ou qualquer choque que faça a cabeça mover-se para frente e para trás rapidamente. Menos de 10% das crianças com concussões perdem a consciência.

Advertisement

Atletismo é uma fonte comum de traumas. O futebol responde por cerca de 60% dos esportes relacionados à concussão em crianças (Brainline, 2012). Outras causas comuns de concussões são acidentes automobilísticos de bicicleta, skate, acidentes em playgrounds e brigas.

Os sintomas de uma concussão incluem: sensação de “ver estrelas” ou desorientação, pontos luminosos ou tonturas, perda da memória recente, fala arrastada ou confusão mental, visão turva, vômitos, sensibilidade à luz, dificuldade para pensar ou tomar decisões, falta de coordenação e equilíbrio, ansiedade e irritação. (KidsHealth, 2013).

Os sintomas podem aparecer imediatamente após a lesão, horas mais tarde ou até mesmo dias depois.

Como tratar concussões

As crianças devem ser examinadas por um médico que prescreverá o tratamento adequado. A concussão requer um período de repouso absoluto das atividades físicas e mentais. Nunca deixe uma criança retornar aos esportes até que ela tenha sido liberada por um médico.

Cuidados devem ser tomados para permitir a recuperação completa, porque se uma segunda concussão ocorre antes da primeira ser sanada, isso pode resultar na síndrome do segundo impacto. Síndrome do segundo impacto pode resultar em edema cerebral e ser fatal. Concussões múltiplas acumulam danos ao longo do tempo e podem causar lesões permanentes para a criança.

Uma das melhores maneiras de evitar contusões é certificar-se que a criança está usando equipamento desportivo adequado. Proteções como capacetes de bicicleta e skate são feitos para minimizar o impacto na cabeça e evitar contusões.

Se o seu filho teve a infelicidade de sofrer um ferimento na cabeça, então, você deve ser diligente em ajudá-lo a se recuperar completamente.

Traduzido e adaptado por Stael Metzger do original Is it as simple as a bump on the head? The truth about head injuries in children.

Toma un momento para compartir …

Michelle Schultz

Michelle Schultz é professora do Ensino Fundamental, graduada em Psicologia e Sociologia, mãe de dois filhos e gosta de esportes e atividades com os filhos.