Destrua seu casamento palavra por palavra

Nossas palavras têm grande poder: podem elevar uma relação ou destruí-la completamente. Você sabe como usá-las?


Denhi Chaney

Muitos pensam que somente com gritos um casamento pode ser destruído. No entanto, podemos sussurrar e ainda assim destruí-lo, não somente pelas palavras que usamos, mas pela forma com que as usamos. Nossa boca tem grande poder: podemos edificar ou podemos derrubar grandes muralhas de confiança e afeto que já existiram. Embora não sejamos perfeitos, temos que admitir que sim, temos controle sobre nossa língua – por mais zangados que estejamos – e sobre a forma como decidimos nos comunicar.

Mesmo com o controle que temos sobre nossas palavras e sobre a forma de as dizermos, nem sempre estamos cientes de que a forma como dizemos as coisas tem o mesmo impacto que as próprias palavras.

Leia: Conheça os hábitos saudáveis dos casais eternos

Este artigo irá lhe ajudar a perceber como algumas palavras que usamos podem ferir nosso cônjuge, ainda que nenhuma delas exija que aumentemos o volume da voz.

1. A crítica destrutiva

Implica em atacar a personalidade do cônjuge. São palavras calculadas e ditas com a finalidade de ofender. Criticar não é o mesmo que queixar-se. Por exemplo, dizer “Quando você não me ligou, fiquei preocupado, havíamos combinado que você me ligaria” é muito diferente de dizer “Você é um egoísta, nunca pensa em nada além de si mesmo! Percebe-se isso quando você não me liga!”.

2. O desprezo

Se a crítica é ruim, o desprezo é ainda pior. A crítica é direta, mas o desprezo é usar de trato mesquinho, com sarcasmo e zombaria. É insultar de diversas maneiras, com a meta de fazer o outro se sentir totalmente derrotado, sem valor algum e depreciado. Por exemplo, palavras como “Você é patético! Diz que está cansado, quando eu é que fiquei com as crianças o dia todo!”, ou “Você poderia ser mais dramático? – uma risada – Que tipo de homem você é?”.

Leia: O maior parasita de toda relação. Você sabe detectá-lo na sua?

Advertisement

3. A defensiva

Todos nós nos colocamos na defensiva quando percebemos que nosso companheiro está nos atacando. Porém, a defensiva mais destrutiva é aquela que faz o outro se sentir culpado pela situação. Essa maneira de “estar na defensiva” é perigosa, já que leva à crítica e, em pouco tempo, ao desprezo.

4. O bloqueio

Enquanto as outras formas de destruir seu casamento incluem palavras, essa é a única que não precisa delas, logo a comunicação não verbal fere da mesma maneira. O bloqueio implica em se manter calado, ignorar, desejar fazer outra coisa em vez de conversar etc. Todas essas ações são intencionais e ferem a relação de maneira profunda.

Não basta somente pensar nas palavras que dizemos, mas na forma como as dizemos. Isso inclui o que não dizemos com nossa boca, mas transmitimos através da comunicação não verbal.

Os casais que estão caminhando para separação têm essas quatro características. Tenha cuidado para que isso não aconteça a você. E se já estiver acontecendo, faça até mesmo o impossível para se livrar delas.

Leia: Razões para evitar o divórcio

_Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original Destruye tu matrimonio palabra por palabra

Toma un momento para compartir …

Denhi Chaney

Denhi Chaney é formada pela Universidade de Brigham Young com mestrado em Terapia de Casal e Familiar. Ela também é esposa e mãe de um filho.