Desenganado devido ao câncer, ele reservou a Igreja para seu funeral, mas acabou se casando no dia

Os médicos lhe disseram que ele viveria somente 2 meses, mas ao invés disso, um milagre aconteceu e ele acabou se casando no dia do seu próprio funeral.


C. A. Ayres

Em junho de 2013, após semanas de dores nos braços e pernas, Sean McCabe, 30 anos, de Tonyrefail, no sul de Wales, foi diagnosticado já com estágio quatro de linfoma Hodgkins, uma forma agressiva de câncer.

Após tratamento e quimioterapia intensiva, os médicos lhe deram apenas mais dois meses de vida.

Desesperado, ele procurou a igreja St David’s, na cidade de Tonyrefail, em Wales, e agendou seu próprio funeral, além de escrever algumas cartas emocionadas à sua parceira de 12 anos, Lisa, e seus três filhos pequenos, Kian, 11, Summer, 8, e Asia, 6. Ele planejou a música e fez as reservas de comida para o evento, com o propósito de não sobrecarregar sua namorada Lisa Williams. Ele disse:

“Quando os médicos me contaram que minhas chances de sobrevivência eram mínimas, tudo que pensei foi em Lisa e as crianças. Eu não sabia como eles iriam ficar sem mim. Planejar meu funeral foi uma das coisas que achei que facilitaria para eles, e seria menos uma coisa com que teriam que lidar.”

Na carta de despedida para os filhos, Sean escreveu:

“Para Kian, Summer e Asia, os filhos mais incríveis.

Vocês têm me dado os melhores anos da minha vida. Agora, eu quero que vocês saibam que Papai ama vocês e vocês estarão sempre em meus pensamentos.

Advertisement

Eu não quero deixar vocês ou a mamãe, mas eu não tenho outra opção.

Papai precisa ir ao céu, e vocês talvez não me vejam, mas eu estarei olhando por vocês sempre.

Eu quero que vocês sejam felizes porque vocês me fazem feliz.

Agora, tirem a expressão triste e sejam grandes e corajosos para o Papai, ok?

Abraços.

E Kian, meu belo garoto, cuide de suas irmãs e da mamãe por mim.

Amo vocês todos para sempre e sempre.

Papai”

Mas, no decorrer das semanas seguintes, alguns milagres aconteceram.

Uma medula óssea compatível foi encontrada, Sean recebeu um transplante, a recuperação foi um sucesso. Os médicos não acreditaram quando os testes apresentaram resultados positivos de compatibilidade, e apresentaram Sean com uma nova esperança.

Advertisement

Ele então procurou a Igreja onde havia reservado seu funeral, e trocou o evento para um casamento. Ele pediu a mão de sua parceira de 12 anos e mãe de seus filhos, Lisa.

Sean e Lisa se casaram em frente a centenas de convidados. Ela emocionada, conta:

“Tudo tem sido como numa montanha-russa, mas estou superfeliz de ter finalmente me casado com o homem dos meus sonhos. Ele planejou seu funeral, mas com certeza não o deixarei planejar o casamento sozinho.”

Atualmente, Sean continua com o tratamento, visitas de acompanhamento aos médicos e participa de campanhas de doação de sangue e medula ao redor do país, encorajando pessoas a participarem para salvarem adultos e crianças que precisam.

Em remissão por quase 2 anos, ele relata:

“Cada dia para mim é um milagre. Mesmo tendo sido avisado pelos médicos várias vezes que eu iria morrer, eu nunca pensei em desistir, e adotei o lema (#NeverGiveUp – Nunca desista) como minha filosofia de vida.”

_Imagens: Mirror.uk

Leia também: O primeiro ultrassom mostrou um tumor que deformaria o bebê, mas o segundo trouxe um milagre

Toma un momento para compartir …

C. A. Ayres

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.