Descubra aqui o seu peso ideal

Difícil de ser definido, o peso ideal é a preocupação de quem quer ter boa saúde, então como saber se você está no peso ideal?


Stael Ferreira Pedrosa

O peso ideal, segundo médicos e especialistas na área, é aquele em que a pessoa tem a melhor saúde física, o que certamente varia de pessoa para pessoa, em diversas idades, de acordo com o sexo, o período da vida, a estatura e a constituição física. Enfim, não existe um padrão e cada um deve se preocupar em ser o melhor que puder, ao invés de tentar ser como outra pessoa.

Sempre houve tentativas de se expressar em número esses conceitos, o que é plenamente explicável já que sobrepeso significa menos saúde, em ordem proporcionalmente inversa – quanto mais peso, menos saúde.

No entanto, não é necessário ser exatamente magro para ter saúde. Existem determinados limites de segurança, onde o sobrepeso não significa falta de saúde. Os fatores que irão influenciar são principalmente a idade, seguido do sexo, da estatura e do grau de problemas de saúde que a pessoa já apresenta, ou se não apresenta nenhum.

Índice de massa corporal

O índice de massa corporal (IMC) é uma medida utilizada internacionalmente para calcular se uma pessoa está no peso certo, se está acima ou abaixo. Para calcular, basta utilizar uma fórmula simples:

IMC = P/h², ou seja, o índice de massa corporal é igual ao peso dividido pela altura ao quadrado.

Se uma pessoa pesa 70 kg e tem 1,62 m de altura, deve-se calcular da seguinte maneira:

IMC = 70 dividido por 162 x 162

Advertisement

70/2,62 = 26,7 (arredondando o final). Segundo a tabela do IMC, (critérios da NHANES II – National Health and Nutrition Examination Survey), essa pessoa está com sobrepeso.

Quantos quilos perder para ter boa saúde?

A resposta é: depende! Até pouco tempo atrás a ciência indicava que o melhor seria perder 10% do peso extra, ou seja, se uma pessoa pesa 100 kg e tem 1,60 de altura, é mulher, por volta dos 30 anos de idade e sedentária. Segundo o IMC ela tem um sobrepeso de 36 kg, se ela emagrecesse entre 3 kg e 600 gramas a 4 kg, ela já teria boa saúde, se não houvesse agravantes como hipertensão arterial, diabetes ou problemas cardíacos.

No entanto, no último congresso mundial da Federação Internacional de Cirurgia e Obesidade e Transtornos Metabólicos, que ocorreu no Rio de Janeiro em outubro de 2016, um estudo irlandês feito com 107 obesos durante dois anos, apurou que é necessário perder apenas 7% do peso corporal para se eliminar as triglicérides da corrente sanguínea e promover boa saúde.

Isso se aplica a todas as pessoas?

Segundo os pesquisadores, não. Essa perda de 7% se aplica apenas às pessoas que não têm as chamadas comorbidades que acompanham o excesso de peso. Caso a pessoa tenha algum complicador a perda de peso deve ser maior:

  • Para baixar colesterol ruim (LDL) – A perda deve ser de 11.1% do excesso de peso.

  • Para baixar os níveis de açúcar no sangue – 11,2%

  • Problemas cardiovasculares – 15%

  • Hipertensão arterial – 20%

É claro que essa porcentagem não se aplica se você quer se encaixar em algum tipo de aparência física. É necessário ir além, emagrecer o que for necessário e fazer exercícios físicos como musculação para “esculpir” o resultado que se deseja.

Esses níveis do estudo são apenas parâmetros para melhorar a saúde, o que também não exclui a necessidade de exercícios físicos, alimentação adequada e cuidados médicos. Se você tem qualquer dos problemas de saúde acima, converse com seu médico antes de qualquer decisão que envolva sua saúde.

Advertisement
Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.