Dar e receber amor em família com estes 5 hábitos

Viver em família implica em uma construção constante, onde cada um de nós deve dar o melhor de si para o benefício de todos.


Andrea Echeverri Gutierrez

A convivência em família não é fácil, isso porque cada um tem gostos e interesses diferentes. No entanto, embora cada um seja diferente, os valores da família podem e devem ser os mesmos. Por isso é aconselhável que, entre todos os integrantes da família, definamos os valores que nos garantem unidade e uma convivência harmoniosa.

Agora, o valor essencial na vida familiar é o amor. Este implica em um encontro pessoal com o outro, através de um sentimento profundo que aceita cada um da maneira que é, porque um amor saudável permite o outro ser ele mesmo apesar de nossos preconceitos, nossa forma de ser e de ver as coisas. Isso significa que dar amor é permitir que os outros sejam como são e não como queremos que eles sejam.

O amor também exige abrir-se, por parte do outro e por parte própria. Deixar-se conhecer desde o interior, sem medo de ser julgado, atacado ou prejudicado, e conhecer o outro sem tentar tirar proveito dele. O amor, como a família, se constrói. Inclui convivência, ou seja, compartilhar tempo juntos em harmonia. Buscar gostos, interesses e atividades de interesse mútuo.

Cultivar o amor é a chave, e para conseguir isso, sugerimos estes cinco hábitos que nos permitem dar e receber amor de maneira saudável:

1. Estabelecer um momento para estar juntos.

Este hábito indica que as relações crescem e se fortalecem através das reuniões (encontros) familiares. É bom que cada família defina um momento do dia, da semana ou do mês para compartilhar tempo cara a cara e realizar atividades prazerosas e divertidas. Este tempo também nos ajuda a expressar e conhecer as atividades, os problemas, os planos, etc. que cada integrante da família tem.

2. Expressar os sentimentos.

É sempre saudável expressar nossos sentimentos, mas para fazer isso, certas condições devem ser cumpridas. Se seus sentimentos forem positivos, expresse-os quantas vezes puder, um “te amo”, “te admiro”, “sinto sua falta”, são palavras que nos aproximam. Por outro lado, se seus sentimentos forem negativos, espere quanto for necessário para expressá-los e diga-os de forma clara e direta. Não é para repreender, criticar ou prejudicar ao outro, pelo contrário, é para expressar seu ponto de vista a respeito de algo, mas com carinho e respeito.

3. Realizar uma autoavaliação frequentemente.

Muitas vezes acreditamos tanto que nós estamos certos e por isso nos irritamos com os demais, ou os ignoramos por terem um ponto de vista diferente do nosso. No entanto, viver o amor significa deixar os defeitos dos outros de lado e concentrar-se em seus próprios erros, com a intenção de mudar e ser melhor a cada dia. Fazer uma autoavaliação todo mês pode nos ajudar a alcançar esse objetivo, para incentivar o crescimento próprio e o dos demais.

Advertisement

4. Colocar-se no lugar do outro.

Este jargão nos dá um hábito essencial para construir o amor na vida familiar. Sempre, em qualquer circunstância, positiva ou negativa, devemos nos colocar no lugar do outro para entender seus sentimentos e suas ações. É o contrário de julgar, porque se trata de tentar passar pelo o que o outro está passando, mesmo que apenas por um momento, a fim de entender e ajudar essa pessoa em determinada situação.

5. Procurar o bem de todos.

O amor para com os demais nasce em parte do amor-próprio. Por isso, quando queremos viver o amor na família procuramos o bem próprio e os demais. Apesar das diferenças e das fraquezas que existem entre os membros de uma família, sempre devemos encontrar o bem para todos. Por isso, é saudável para alcançar o benefício próprio e o benefício dos demais através de nossas ações. Tente manter e praticar esses cinco hábitos para cultivar o amor em sua família, apesar da falta de tempo, das diferenças e dos problemas que podem surgir. Faça um esforço para alcançá-los, você vai ver que vale a pena.

_Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Dar y recibir amor en familia con estos cinco hábitos, de Andrea Echeverri Gutierrez.

Toma un momento para compartir …

Andrea Echeverri Gutierrez

Andrea Echeverri Gutiérrez é colombiana; Comunicadora Social e Jornalista com especialização em Gerencia do trabalho. Ela recebeu dois prêmios pela Universidade de Savana por vários de seus poemas. É casada e tem um belo filho.