Conheça a doença do ator da série “Stranger Things” que afeta o desenvolvimento dos dentes

O ator Gaten Matarazzo que interpreta o personagem Dustin na série, não tem dentes e já no primeiro episódio ele aborda o tema.


Stael Ferreira Pedrosa

I'm Mr Heat Miser, I'm Mr Sun ????

A photo posted by Gaten Matarazzo (@gatenm123) on

Tem causado curiosidade o fato de um dos personagens da ótima série norte-americana “Stranger Things” ser “banguela”. O ator Gaten Matarazzo que interpreta o personagem Dustin, não tem dentes e já no primeiro episódio ele aborda o tema.

A trama se passa na década de 1980 e tem como tema central o misterioso desaparecimento de um menino.

Na série, Dustin explica aos amigos que sofre de Displasia Cleidocraniana, também conhecida como Síndrome de Marie‑Sainton, que segundo especialistas é uma doença causada por um gene autossômico – ou seja, que atinge tanto homens quanto mulheres e a incidência é de uma em cada um milhão de pessoas e se apresenta como uma displasia esquelética (desenvolvimento anormal dos tecidos ósseos), que afeta os ossos da face e a clavícula.

Características da síndrome e do portador de Displasia Cleidocraniana

É uma doença bastante rara – atinge 1 a cada 1 milhão de pessoas – que pode ser transmitida geneticamente ou surgir de uma mutação. Pacientes com a doença apresentam características próprias como uma baixa estatura, clavículas pequenas ou às vezes nem as têm permitindo movimentos amplamente flexíveis com os ombros, como por exemplo, juntá-los em frente ao corpo.

Em alguns casos, a face do paciente parece pequena em relação ao crânio devido a um desenvolvimento defeituoso da maxila (arcada dentária superior), ossos nasais e fossas lacrimais. Além disso, a caixa craniana se apresenta aumentada e com olhos projetados, como diz esse artigo científico.

Advertisement

Porém, o que mais se nota é o aspecto odontológico que segundo o site M de Mulher causa:

  • Retenção de dentes decíduos (os dentes de leite não nascem)

  • Impactação e atraso no surgimento dos dentes permanentes

  • Presença de dentes supranumerários (mais dentes que o normal)

Também podem apresentar

  • Atraso no fechamento das moleiras do bebê

  • Ossos da face (queixo e testa) salientes

  • Nariz largo

  • Clavículas mais curtas ou ausentes

  • Ombros estreitos, que se movem facilmente

  • Escoliose

    Advertisement
  • Baixa estatura

Como é feito o diagnóstico?

Pelo pediatra, observando os sinais da doença, como dentição muito demorada, flexibilidade anormal nos ombros, ossos proeminentes na face. O médico pede exames de Raio-X para confirmar as alterações ósseas.

Existe tratamento?

Tratamento convencional não existe. Existe tratamento estético para os efeitos da síndrome, como os dentários (cirurgias de remoção de dentes a mais, tracionamento de dentes inclusos, próteses, etc.)

A síndrome não afeta a capacidade cognitiva, não causa atrasos ou retardos, mas pode impactar no crescimento normal da criança, deixando-a com baixa estatura.

Fora isso, vida normal!

Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.