Comprovada a existência de ‘superpiolho’ resistente a tudo. Saiba como proteger sua família

Eles são chamados de superpiolhos porque são muito resistentes aos medicamentos convencionais.


Rachel De Castro

O surgimento do superpiolho foi anunciado pela American Chemical Society. Estes superpiolhos desenvolveram resistência aos produtos comuns contra piolho. A Universidade de Southern Illinois analisou 109 amostras de população de piolhos e encontraram mutações de genes em 104 delas.

Em fevereiro de 2016 o superpiolho estava presente em pelo menos 25 estados dos Estados Unidos. Em agosto de 2016 estudos mostraram que o superpiolho agora se encontra em 48 estados dos Estados Unidos. Ele tem se espalhado rapidamente e é possível que ele se espalhe também em outros países da América.

O superpiolho tem causado muita frustração entre os pais. Em estudo recente o WebMD explicou que “ao contrário do que muita gente acredita, piolho não prefere crianças pobres ou sujas. Infestações de piolho afetam todos os níveis sociais e não têm nada a ver com o quanto seus pais ganham por mês ou a limpeza da casa. Na realidade, piolho prefere cabelos limpos.”

Como identificar o superpiolho

De acordo com o site WebMD, os sintomas são:

1. Coceira na cabeça

A coceira acontece por causa da reação alérgica à saliva do piolho. Para uma pessoa que pegou piolho pela primeira vez, a coceira pode demorar de 4 a 6 semanas para aparecer.

2. Sensação de algo andando na cabeça

A pessoa com piolho sente cócegas ou algo andando em sua cabeça.

3. Dor na cabeça

A dor na cabeça pode aparecer por causa das coceiras constantes.

Advertisement

4. Irritabilidade e falta de sono

O mal-estar da coceira pode causar irritabilidade e falta de sono.

5. Linfonodos inchados

Linfonodos atrás da orelha e pescoço podem inchar e se tornarem sensíveis.

Esses sintomas também servem para piolhos comuns, a diferença do superpiolho é a resistência à produtos tradicionais contra piolho e receitas caseiras. Se você perceber que o piolho ainda está vivo e presente mesmo após tratamentos pode ser que se trate do superpiolho.

Como tratar

De acordo com a pesquisa, os medicamentos sem prescrição médica funcionam em apenas 25% de eficácia. Somente as medicações com prescrição são mais eficazes e capazes de matar os superpiolhos.

Apenas medicamentos com receita médica têm mostrado 95% em eficácia no combate ao superpiolho.

Se você encontrar um caso de superpiolho na sua família é importante proteger toda a sua família para que o piolho não se espalhe até conseguir a prescrição médica.

Como proteger sua família

1. Evite compartilhar objetos pessoais

De acordo com o pediatra Henry Ukpeh, a melhor defesa contra o piolho é “evitar contato cabeça com cabeça e compartilhar objetos como escovas de cabelo, chapéus e toalhas.” O que se pode fazer é manter o cabelo da criança curto ou preso.

2. Mantenha a casa limpa e com circulação de ar

Limpe lugares escuros que você normalmente não limparia na sua casa, já que os piolhos podem se reproduzir em outros lugares e não somente na cabeça. Lave com água quente os lençóis, fronhas e almofadas.

3. Penteie os cabelos

De acordo o com o site Today’s Parents, “escovar bem os cabelos é crucial porque interrompe o ciclo de vida dos piolhos”. É importante pentear com pentes especiais, aqueles que são de metais bem finos.

O que você deve saber sobre piolhos

  • Piolhos não pulam nem voam, mas podem rastejar rapidamente.

    Advertisement
  • Eles somente atacam os seres humanos.

  • Fora da cabeça, o piolho não sobrevive mais do que 48 horas.

  • O vinagre não mata o piolho, apenas o deixa zonzo.

  • Normalmente se encontram mais detrás da orelha ou na nuca.

Toma un momento para compartir …

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.