Como saber se você está pronto para ter filhos?

4 conselhos que todo futuro papai e mamãe deveriam seguir.


Marilia de Andrade Conde Aguilar

Você está se perguntando se está realmente pronto para ter filhos?

Sem ao menos lhe conhecer, posso responder com certeza que você não está pronto.

Como eu sei disso? É simples: ninguém nunca está.

Não importa se é o primeiro ou o décimo filho do casal, a decisão de trazer uma criança ao mundo vem sempre acompanhada de muita ansiedade e incertezas. E com razão! É um passo que não tem como voltar atrás e mudará a vida desse futuro pai e dessa futura mãe para sempre.

Leia: Para quê ter filhos?

Independente de estar pronto ou não, existem 4 circunstâncias que tornam essa decisão muito mais fácil.

1. Estar BEM casado

Eu sei que isso é um ponto polêmico e pode parecer até muito conservador. Mas a verdade é (e todo mundo que tem filho sabe disso) que cuidar de um bebê com ajuda do companheiro já é difícil, sozinho então, é ainda muito mais difícil.

Advertisement

Tenho uma admiração profunda pelas mães batalhadoras (como minha avó, por exemplo) que criam ou criaram os filhos sozinhas. Elas são, em minha opinião, verdadeiras heroínas.

A estabilidade que o casamento proporciona é um fator que contribui muito para uma gravidez tranquila, com a participação do pai da criança em todas as etapas da gestação, do parto e dos cuidados com o bebê também. Isso é importante para a mãe e para o desenvolvimento da criança também.

Se o casamento vai mal, o ideal seria resolver as pendências antes de tomar essa decisão. Engravidar na tentativa de “segurar” o marido em casa não é uma boa decisão para ninguém.

Leia: Estudos comprovam: Casar antes de engravidar é uma das soluções contra o divórcio

2. Estar com a saúde em dia

Antes de começar a tentar engravidar é muito importante que os futuros pais estejam com todos os exames médicos em dia.

Além de prevenir uma série de riscos para o desenvolvimento do bebê, esses exames anteriores evitam muito sofrimento de tentativas frustradas caso um dos dois ou ambos possuam algum problema de fertilidade.

Caso algum problema seja detectado, o médico poderá orientar o casal quanto aos cuidados ou tratamentos mais indicados.

Além disso, alguns profissionais aconselham suplementos vitamínicos pelos 3 meses antes de engravidar para garantir uma gestação mais saudável.

3. Ter algum dinheiro guardado

Recomendo fortemente que os futuros pais tenham algum dinheirinho guardado para emergências.

A gravidez é sempre uma caixinha de surpresas. Por mais que o momento seja perfeito, nem tudo sai como planejamos.

Advertisement

Existe a possibilidade, como aconteceu comigo, de chegarem 2 bebês quando foi planejado apenas 1. Também pode ser que existam algumas despesas médicas inesperadas, como também aconteceu comigo, com medicamentos durante a gravidez ou após o parto.

Ter uma reserva em dinheiro é sempre uma decisão sábia para os futuros pais.

4. Ter terminado os estudos básicos

Para que um profissional se mantenha atualizado é necessário continuar estudando o resto da vida. Então, se for esperar realmente terminar os estudos e todas as especializações, é provável que o bebê não venha nunca.

Mas é muito importante ter terminado pelo menos o ciclo básico de estudos, especialmente para a mãe. Pois é ela quem terá que se dedicar mais com os cuidados do bebê e amamentação.

Leia: Aos 90 anos, ela provou que nem a idade, raça ou cor poderiam segurá-la

Nenhuma dessas condições é essencial e acredito no poder que cada pessoa tem de superar desafios e encontrar felicidade independente das circunstâncias.

Mas sei que muito sofrimento pode ser evitado com um pouco de preparação e alguns cuidados.

Os conselhos deste artigo poderão fazer com que suas experiências na maternidade ou paternidade sejam muito mais felizes.

Toma un momento para compartir …

Marilia de Andrade Conde Aguilar

Marilia Condé Aguilar é advogada, escritora, esposa e mãe. Adora pesquisar e está sempre em busca de soluções práticas para ajudá-la a equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.