Como manter seus filhos em segurança nos esportes

“Segurança é o que interessa, a preparação não deve ter pressa”. Esse deve ser o lema de pais e filhos que gostam de esporte, seja qual for a modalidade, sempre terá uma orientação de segurança.


Beth Proenca Bonilha

Este tema fez-me lembrar quando minhas duas primeiras filhas, então com quatro e oito anos, quiseram fazer ginástica olímpica. Fomos ao Centro Esportivo Municipal, próximo de nossa casa, e matriculei-as no curso. Ficaram felizes e iniciaram a primeira aula, de longe eu observava e quase tive um ataque cardíaco quando o professor colocou as crianças para virar cambalhotas e foi para longe conversar com uma moça. Minha filha menor não sabia fazer o exercício e toda hora caia para os lados ou parava com a cabecinha toda torta até que caia de costas.

Fiquei tão apavorada que esta foi a primeira e última aula de ginástica olímpica delas. Optamos pela natação em um local conceituado e que oferecia vários professores na hora da aula, e claro, sempre que possível ficava de longe observando.

Esporte é importante no desenvolvimento físico, emocional e social da criança. Faz com que extravasem toda energia que está concentrada, desenvolvam-se fisicamente e façam novas amizades. Porém possui lados positivos e negativos, principalmente quando feito sem supervisão de profissionais, como jogar bola com os amigos, andar de bicicleta pelo bairro ou de Skate na pracinha.

Orientação

Falar francamente com seus filhos é a melhor maneira de prevenir acidentes. A criança ou o adolescente deve ser corresponsável por sua segurança. Eles devem saber sobre a necessidade de usar os equipamentos de segurança, não se aventurar em locais de risco e evitar se exibir para amigos.

Assim como sabemos da importância do uso do cinto de segurança em um veículo e ao entramos automaticamente já o colocamos, nossos filhos devem ter a consciência, ou seja, deve ser prática comum para eles o uso dos equipamentos de segurança na prática de esporte.

Também não aceitarem orientações contrárias às que você deu quando estiverem em situações em que outras pessoas estão no comando, como na aula de educação física na escola, acampamentos e mesmo que estejam somente entre amigos.

Dicas para segurança antes da prática esportiva

  • A criança ou adolescente deve ser avaliada por um pediatra antes de iniciar uma prática esportiva.

    Advertisement
  • Considere a recomendação do tipo de esporte para cada idade, peso e altura da criança.

  • Certifique-se que o local em que seu filho irá frequentar seja reconhecido legalmente e que os profissionais sejam qualificados para tal.

  • Uma ação simples, mas que deve ser de hábito da criança e do adolescente, é sempre que sair para praticar esporte ao ar livre se prevenir contra as ações prejudiciais do sol, passando produtos com ação bloqueadora. Não é só na piscina ou praia que se deve ter este costume.

  • Certifique-se e oriente sobre a importância de usar roupas e calçados apropriados ao esporte que será praticado.

  • Conhecer as regras do esporte é fundamental para que sejam seguidas e assim evitar possíveis acidentes ou lesões em seu filho e em seu oponente caso seja um esporte de contato físico.

  • Tomar bastante água durante a prática de esporte, alimentar-se adequadamente e fazer alongamento.

  • Evitar treinos excessivos.

No programa de televisão “A escolinha do Professor Raimundo” tinha um personagem, Paulo Cintura, que incentivava a prática de esportes e saúde com seu lema “Saúde é o que interessa o resto não tem pressa”. Gostaria de sugerir uma pequena alteração neste lema para quando nossos filhos forem praticar esportes. “Segurança é o que interessa a preparação não deve ter pressa”.

Toma un momento para compartir …

Beth Proenca Bonilha

Graduada em Administração de Empresas com MBA em Empreendedorismo. Casada mãe de 6 filhos, avó de 2 netos. Atua profissionalmente como Analista Instrutora da Educação Empreendedora no SEBRAE - SP. Como hobby gosta de artesanato, música e leitu