Como lidar com a rejeição

Aceitar que a rejeição faz parte da vida e ainda assim escolher viver a vida independentemente disso, requer que você aprenda a lidar com a rejeição.


Devin Thorpe

Rejeição é uma parte da vida. Uma parte comum e dolorosa da vida. Quem procura evitar rejeição corre o risco de perder algumas das partes mais ricas da existência. Aceitar que a rejeição faz parte da vida e ainda assim escolher viver a vida independentemente disso, requer que você aprenda a lidar com esse sentimento.

Rejeição vem em todas as formas e tamanhos, nenhum dos quais poderia ser descrito como “tamanho divertido”. Se você foi rejeitado em um relacionamento romântico, se você está enfrentando rejeições em vendas no trabalho, ou suas ideias foram rejeitadas em uma discussão, qualquer rejeição é dolorosa. A única diferença é a escala.

Aqui estão algumas dicas para lhe ajudar a lidar com qualquer forma de rejeição:

Não é você

Qualquer que seja a razão da rejeição, não é você. Pelo menos não foi por causa do verdadeiro você, seu eu interior, seu eu real. Há boas chances de que a rejeição que você está enfrentando tenha muito mais a ver com o “rejeitor” do que com você. Diga a si mesmo que suas técnicas de vendas foram rejeitadas não porque sua habilidade para vendas estava ruim, mas porque a pessoa para quem você tentou vender estava muito ocupada para ouvir direito. Diga a si mesma que seu namorado terminou com você não porque você é imperfeita, mas porque ele não estava pronto para um compromisso sério.

Isso vai passar

Quando você enfrentar rejeição, lembre-se de que a dor passará. Não somente que a dor irá passar, mas que o impacto disso em sua vida será pequeno. Quando estiver fazendo vendas por telefone, diga a si mesmo que a próxima pessoa comprará seu produto, após um desapontamento. Quando um relacionamento terminar, convença a si mesmo que haverá mais e melhores relacionamentos no futuro; o fim de um relacionamento não é o fim do mundo.

Isso não irá impactar outras coisas

Quando você enfrenta a rejeição, pode ser que fique tentado a pensar que aquela rejeição irá arruinar sua vida inteira; que tudo dará errado, em consequência disso. Nada está tão longe da verdade. Uma rejeição em uma determinada área provavelmente não terá impacto em outra. Lembre-se de que essa rejeição em particular tem um impacto limitado.

Distraia-se

Se uma rejeição em particular lhe deixar realmente abalado, e você ficar depressivo por dias, procure uma distração. Procure um amigo que possa lhe ajudar a tirar a cabeça desses problemas por um dia, para que você possa se sentir normal e feliz novamente. Evite completamente falar ou pensar sobre o problema.

Advertisement

Planeje um tempo para se preocupar

Se você está lutando para tirar sua mente de um problema, a sua preocupação – e não a rejeição real – pode começar a ter impacto na sua vida. Programe um tempo para pensar e refletir sobre o problema. Programe para alguns dias a frente. Pode ser que quando chegar essa data e hora, você não se sinta mais preocupado ou incomodado com isso, e você poderá ignorar o problema completamente.

Seguindo esses princípios básicos do livro Learned Optimism (Otimismo aprendido) de Martin Seligman, você poderá superar a rejeição e seguir em frente com uma vida saudável.

Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original How to cope with rejection, de Devin Thorpe.

Toma un momento para compartir …

Devin Thorpe

Devin Thorpe, marido, pai, autor do livro Your Mark On The World, palestrante e contribuidor da Forbes Magazine. Depois de construir uma carreira de 25 anos em finanças e empresariado onde movimentou em torno de U$ 500 milhões em transações completas, ele agora se dedica no trabalho social em período integral, ajudando outros a obterem sucesso em seus esforços por um mundo melhor.