Bússola moral: Ensinando os filhos sobre manter a moralidade

Maneiras simples de como ajudar os filhos a desenvolverem uma bússola moral nos dias atuais em meio a uma sociedade que distorce conceitos morais e cristãos.


Carla Pinheiro Alves

Ajudar os filhos a desenvolver uma b ússola moral

“Se quiser retornar a seus entes queridos com a cabeça erguida, (…) se deseja ser um homem e viver com abundância — então cumpra a lei de Deus. Ao fazê-lo, você poderá acrescentar a essa inestimável liberdade, pela qual está lutando para preservar, outra na qual as pessoas muito podem confiar: a liberdade do pecado; porque, de fato, a obediência à lei é liberdade.”

L. Tom Perry

Liberdade em escolher

Não há verdade maior que esta. Muitos dos males que enfrentamos são por causa da desobediência, seja em coisas simples ou grandiosas, ao usarmos erroneamente nossa liberdade de escolha, escolhendo a pior parte, que muitas vezes estão mascaradas como boas e prazerosas, estaremos aprisionados pelas consequências desta escolha. Como afirma L. Tom Perry: “No universo, onde Deus está no comando, também existe uma lei (…) — uma lei universal e eterna — com certas bênçãos e penalidades imutáveis”.

Ser o exemplo

Diante de um sinal de trânsito, estando vermelho, somos livres para escolher ultrapassá-lo ou não, ao escolhermos ultrapassar o sinal, estamos presos a sua consequência, que pode ser desastrosa, triste e de muita dor.

Como mãe de três filhos pequenos, Arthur de cinco anos, a Rebecca de três e o Davi de um ano, me preocupo profundamente com a conduta moral deles, acredito que devo primeiramente ser o exemplo e depois instruí-los sobre os princípios Cristãos e sobre a moralidade para consigo mesmo, com o próximo e para com Deus.

“Os homens e as mulheres recebem seu arbítrio como dádiva de Deus, mas sua liberdade e, por sua vez, sua felicidade eterna decorrem da obediência às leis.” L. Tom Perry.

Ensinando na prática

Quando meu filho traz alguma mochila da escola que não é dele, mesmo que sem querer, porque elas são todas iguais e ele ainda não sabe ler, quando o deixo no portão da escola, entrego o objeto em suas mãos e digo para entregar a professora e dizer: isso não é meu. De forma prática ensinando sobre honestidade e atenção.

Ensinar sobre conduta moral

No mundo de hoje a sociedade de modo geral vem reclamando direitos e atitudes que se chocam com a bússola moral de um cristão, o evangelho de Cristo ajuda as famílias e cada um de seus membros a defenderem a moralidade, e a meu ver a melhor maneira de pregar a moralidade é vivendo-a e ensinando sua família a viver do mesmo modo.

Advertisement

Devemos ensinar pelo exemplo e forma correta de se vestir. O mundo prega que a mulher deve valorizar seu corpo, concordo, apenas discordo do modo, valorizar seu corpo é entender que ele é sagrado, que devemos cuidar dele com todo o cuidado e carinho, não o expondo. Assim, devemos ensinar as crianças a vestir-se com recato.

Algum tempo atrás, saí com meu filho mais velho para fazer algumas compras. Avistamos um homem sem camisa, meu filho prontamente disse: “Mãe, ele está pelado, que feio”, fiquei orgulhosa dele. Outro dia caminhando com ele, ao vermos uma moça com um decote muito chamativo ele disse-me: “Mãe, ela está pelada na rua”, a mulher ouviu e envergonhada saiu ao ouvir um comentário moral de uma criança em toda sua inocência e pureza.

Proteção moral

Devemos ensinar aos filhos que há uma verdadeira guerra sendo travada entre o bem o mal, que devem escolher sempre o que é certo, que ao fazer qualquer coisa deve se perguntar: Posso fazer isso na frente da minha mãe? Se a resposta for sim, então o faça, mas se tiver que fazer algo que sua mãe não possa ver, então, não o faça.

Se seguir esse conselho simples, sei que estarão protegidos, que suas escolhas o levarão à felicidade.

Os dez mandamentos na família

A quebra de um mandamento como o adultério traz sérias consequências para as famílias, começando pela separação dos pais, acabando a unidade familiar, atingindo os filhos… Essa é umas das formas que satanás tem agido, ele sabe que destruindo as famílias, pode levar seus membros a cometer outros tipos de pecados, frustrando assim o plano divino. Dessa forma todos os mandamentos são de grande valia para a família, inclusive a aplicação dos dez mandamentos no lar; viver e ensinar os mandamentos para a família, eles nos protegerão e manterão a família alegre e feliz. Todos querem viver num país seguro e mais igual sem roubo, corrupção, mentira e perseguição; pregamos a unidade familiar.

Se priorizarmos outras coisas além de nossa família, ali estará nosso coração, assim, cultuaremos outros deuses, quebraremos outros mandamentos e assim por diante.

“Deus revela a Seus profetas que existem princípios morais absolutos. O pecado sempre será pecado. A desobediência aos mandamentos do Senhor sempre nos privará de Suas bênçãos. O mundo muda de modo constante e drástico, mas Deus, Seus mandamentos e as bênçãos prometidas não mudam.” L. Tom Perry.

Devemos ter enraizados os dez mandamentos e trazê-lo para nossa vida hoje, como uma bússola moral para nossos filhos, tendo a certeza que essa bússola não falha.

Nunca ensinei meus filhos a serem preconceituosos e ofensivos, minha vida toda lutei para ter uma família, agora percebo que estou apenas no começo dessa luta, sei que se permanecer firme e forte, com fé e confiança em Deus, sendo um bom exemplo e ensinando meus filhos a cumprir com os mandamentos, por certo, os verei sendo homens e mulheres do bem, sendo virtuosos e honestos.

Toma un momento para compartir …

Carla Pinheiro Alves

Gosto da boa literatura, dos mais diversos assuntos principalmente quando são relacionados à família e seu desenvolvimento. Sempre procuro ler e escrever, amo estar com minha família e dedicar tempo ao meu marido e a cada um de meus filhos.