Britânica não entendia por que sua cachorrinha não parava de cutucá-la, até que exames mostram a espantosa razão

Hoje ela conta como que sua cachorra salvou sua vida.


Luiz Higino Polito

Casos como o desta notícia, que foi publicada no Portal Terra, são realmente impressionantes: a história de uma britânica que descobriu que tinha um câncer de mama, porque sua cachorra de estimação a alertou.

A cachorrinha de estimação ficava cutucando o seio esquerdo de Marian Cooper, de 57 anos de idade, que mora em Birmingham. Ela fez então um exame específico e descobriu que tinha um nódulo na mama.

“Flô (a cachorrinha de estimação de Marian) continuava cutucando e ‘cavando’ em mim – não importava quantas vezes eu a colocasse no chão; ela sempre subia de novo”, disse Marian sobre como a sua cachorrinha a alertou sobre a doença, acrescentando que “…sem ela, (a Flô) eu provavelmente (já) estaria morta.”

Após um tratamento feito por Marian, novos exames não detectaram mais o câncer, felizmente.

Novos casos de cães de estimação que alertaram seus donos, como no caso de Marian, são conhecidos; e também tumores de bexiga foram descobertos porque os cães farejaram a doença na urina de seus donos.

Até câncer de pulmão ou de ovário puderam ser descobertos por cães de estimação, farejando o hálito dos seus donos doentes!

Mais uma mulher que é salva pelo seu cãozinho

Num caso mais recente que o de Marian, um cãozinho de estimação novamente salvou sua dona: foi o caso de uma inglesa de 43 anos chamada Sharon Rawling. O pequeno cachorro de Sharon, chamado Penny, ficava “cheirando e cutucando a área em que um tumor agressivo estava crescendo”, segundo a notícia publicada na Hypercience.

Advertisement

Sharon acabou descobrindo que tinha câncer no seio onde o seu cãozinho ficava raspando e cutucando.

Isso provavelmente salvou a vida de Sharon, que já se submeteu a um tratamento de quimioterapia e marcou a cirurgia para remover o caroço maligno.

Câncer de próstata

Numa outra reportagem da revista Hypercience, tomamos conhecimento de que, num estudo feito por pesquisadores na França, cães da raça pastores belga podem ser treinados para descobrir câncer de próstata.

Realmente, “os melhores amigos do homem” podem não só serem “cães de estimação”, “cães-guias” ou “cães de guarda”, mas também podem até alertarem seus donos de doenças sérias, salvando literalmente suas vidas.

Toma un momento para compartir …

Luiz Higino Polito

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!