Apesar das adversidades, escolho amar meu marido

Escolher amar seu marido sempre terá grandes recompensas. Se você acredita no amor verdadeiro, verá a vida de uma maneira diferente. 

Emma E. Sánchez

Todos os casamentos, em algum momento de sua história, passarão por aflições, conflitos e desafios que farão os cônjuges duvidar ou repensar se vão permanecer juntos. 

Vou contar três pequenas histórias: 

Certo casal vivia feliz com seus quatro filhos pequenos e levava uma vida totalmente normal, como qualquer família; até que uma doença degenerativa acabou com a mobilidade da mãe deixando-a debilitada em uma cadeira de rodas, sendo capaz de movimentar apenas um dos braços. 

Com muito esforço durante muitos anos, a família seguiu em frente. Eles criaram seus filhos, educaram-nos e um dia eles formaram suas próprias famílias. 

O pai sempre foi um homem dedicado à sua família e ao lar. Muitas vezes, pude ver como ele pegava sua esposa da cadeira de rodas e colocava no carro para levá-la consigo, depois tirava do carro e colocava de volta na cadeira. Quando ele ficou mais velho, seus genros o ajudaram a carregar sua amada esposa e, em seguida, ele mesmo empurrava a cadeira de rodas. 

Ela morreu primeiro, e apenas dois anos depois, ele também morreu. Em seu funeral, fiquei muito impressionada com as palavras do filho mais velho sobre o pai. Ele disse: “Quando minha mãe adoeceu, meu pai poderia ter decidido deixá-la, mas decidiu cuidar dela. Quando nós crescemos, ele também podia ter decidido ir embora, mas decidiu ficar ao seu lado. Em todos os anos em que estavam juntos, meu pai sempre decidiu amar minha mãe”. Nunca vou esquecer essas palavras. 

Advertisement

Podemos sempre decidir amar o nosso parceiro, não importa o que aconteça. Amar é uma decisão pessoal. 

Conheci outro casal maravilhoso em que, certa vez, ele traiu sua esposa. Em uma conversa muito sincera, eles me contaram como ele foi até ela e confessou seu erro. Então, ela decidiu não apenas perdoá-lo, mas continuar com ele e amá-lo mais do que antes. 

Esse bom homem contou, em lágrimasa história de seus erros e como sua maravilhosa esposa o ajudou a ser um homem e pai de verdade. Ela pensou “que eu valia a pena e decidiu me amar apesar das minhas muitas imperfeições“.  Ambos também envelheceram e morreram, deixando uma família grande e forte, como poucas. 

Quando reconhecemos o valor do nosso companheironós o amamos verdadeiramente. 

Mary era muito feliz, ela tinha apenas alguns anos de casada, uma pequena filha e outro bebê que estava a caminho, quando, numa noite o marido chegou em casa e confessou que tinha feito uma série de maus negócios, alguns, inclusive, ilegais. 

Em poucas horas, seus bens foram apreendidos e, em uma semana, haviam perdido seu carro, casa, trabalho e posições. Em um esforço para livrar sua esposa das terríveis consequências de seus erros, ele sugeriu que se separassem, para evitar prejudicá-la mais. Quando ele propôs isso, ela simplesmente disse: Não, eu não posso te abandonar com esses problemas”, e decidiu ficar com ele.  

Juntos, eles enfrentaram as consequências legais, a pobreza, o escárnio de conhecidos e da própria família. Contudo, de igual modo, juntos trabalharam, construíram outra casa, tiveram um terceiro filho e hoje são avós. Eles têm uma família unida, são muito amados por sua generosidade e se tornaram um pilar em sua comunidade. 

Advertisement

Decidir amar nosso cônjuge é um exercício diário que nos estimula a resistir e a progredir quando chegam as grandes provações da vida. 

 Você decide amar seu cônjuge sempre que faz o seguinte: 

Você está ciente das fraquezas dele 

Ou seja, você não usa uma venda nos olhos, mas vê a sua extensão e, acima de tudo, pode reconhecer o potencial que ele tem para superar suas fraquezas. Você ama seu cônjuge quando não zomba nem exagera as suas imperfeições, e vocês conseguem falar sobre elas sem grandes complicações. 

Você aceita seu parceiro como ele é 

Se você é capaz de ver suas fraquezas ou virtudes, conhecer seus defeitos, e consegue conviver com isso sem tentar mudá-lo, então você está exercendo o amor com muita sinceridade, o que irá apenas gerar confiança entre vocês. 

Você é capaz de reconhecer os pontos fracos do seu casamento 

O casamento é um assunto dos dois, e duas pessoas o criam ou destroem. O casamento será muito forte se ambos reconhecerem suas fraquezas e trabalharem com seus pontos fortes. 

Você procura resolver problemas em vez de procurar culpados 

Procurar culpados para puni-los ou ex-los é uma prática destrutiva aos relacionamentos. Quando um dos dois comete um erro ou apresenta um comportamento nocivo, é uma boa ideia fazerem, juntos, uma reavaliação e focar na solução, e não em fazer o outro se sentir mal ou dar uma lição nele. 

Advertisement

Quando estabelecem metas juntos 

Trabalhar juntos em objetivos comuns não apenas nos une como um casal, mas também nos ajuda a nos conhecer melhor e a medir nossaforças. Negar as coisas que podemos fazer juntos é tão prejudicial quanto ignorar aquelas em que somos capazes de trabalhar juntos. 

Quando você perdoa e não volta a mencionar o passado 

Dizem que a mulher perdoa, mas não esquece. Pode ser verdade, mas, no caso de amar e de verdadeiramente perdoar o cônjuge, o fato de não ficar relembrando e jogando na cara os erros do passado, pode ser tão valioso e fortalecedor quanto o perdão em si. 

De nada adianta dizer que perdoamos quando, toda vez que ficamos irritadas, voltamos àquela interminável lista de erros do passado. Você demonstra amor ao parceiro quando deixa os erros no passado e, ainda que estejam perfeitamente catalogados em sua memória, você é incapaz de magoá-lo, trazendo-os de volta. 

Quando você dá preferência a ele, antes de suas amigas e seu trabalho 

Há tempo para tudo e para todos, e uma maneira de saber onde está seu coração é perguntar a si mesma com quem você gosta de passar o tempo ou quem você prefere ter ao seu lado numa sexta-feira à tardinha. 

Você o trata com respeito e consideração 

Brincadeiras de mau gosto e abusos nunca são demonstrações de amor por nosso cônjuge, nem é o que permitimos que nossos filhos, familiares e amigos façam. 

Advertisement

Você assume os erros que comete 

Dessa forma você evita brigas e discussões desnecessárias; as coisas podem ser resolvidas melhor e mais rapidamente. Casais maduros e felizes praticam isso todos os dias. 

Quando você o encoraja a desenvolver seus dons e talentos   

Não há maior manifestação de amor por alguém do que quando você lhe concede a liberdade de ser e se manifestar. Se você é capaz de encorajar seu marido a desenvolver seus próprios talentos e o que gostae consegue sentir-se bem ao vê-lo feliz, então você realmente o ama muito. 

Decidir amar envolve sacrifício e muito esforço, às vezes, até mesmo por muito tempo. Mas você sempre estará segura de que o esforço valmuito a pena, pois servirá de base para algo muito maior e melhor para você e para aqueles que você ama. Eu lhe garanto. 

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original A pesar de las adversidades, elijo amar a mi esposo 

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.