Antes de dar um nome ao seu bebê, saiba mais sobre essas novidades

Buscar um nome para o nosso bebê é algo emocionante. Aqui estão algumas ideias para essa doce jornada!

Emma E. Sánchez

Uma entre tantas decisões importantes que você tomará para o futuro de seu bebê é justamente escolher e dar-lhe o nome que irá acompanhá-lo por toda a vida. Um nome é nossa carta de apresentação, identidade, e nem é preciso dizer que o nome que nossos pais nos dão influenciará nossa personalidade.

O nome que toca

Há mais de duzentos anos, era costume que a criança recebesse o nome do santo ou virgem que era celebrado naquele dia; e foi assim até este século, quando os pais começaram a escolher um nome diferente daquele do calendário para os seus filhos, porque já eram “nomes antigos” e nada atuais.

O nome de parentes e suas cargas negativas

Outro costume antigo é colocar o nome de um avô ou familiar muito estimado, embora tenha-se falado muito ultimamente, desaconselhando essa prática, devido aqueles casos em que a criança adquire as cargas emocionais atribuídas pela família por levar o nome de determinada pessoa.

Por exemplo, pôr na criança o nome de um parente que morreu na juventude e, mais tarde, de forma constante e inconsciente, a família espera que o novo membro da família atenda às expectativas e/ou cumpra os planos que o outro parente deixou pendentes ou não conseguiu alcançar. Portanto, essa criança sempre estará vivendo uma vida que não é sua ou imitando o parente falecido e, portanto, será muito infeliz por nunca poder fazer sua própria vida. Esta história parece familiar a você? Um tema psicológico muito interessante de analisar que é frequentemente abordado em terapias de constelação familiar.

Então… qual é a melhor coisa a fazer para dar um bom nome ao nosso filho?

Vou apresentar, aqui, algumas estratégias testadas por pais experientes em dar nomes aos filhos. Examine-as com cuidado e, em seguida, você poderá tomar a melhor decisão para seu bebê.

Advertisement

Um nome que lhe dá uma identidade

João I, João II, João III, isso soa bem para você? Ou João Júnior, João Filho, João Neto ou João Maria. Por falar em construção de identidade, é muito importante pensar em um nome que possa ser só do seu filho, e de mais ninguém, pelo menos nas suas últimas três gerações.

Agora, se você está pensando no nome de um parente, tente descobrir o porquê de querer dar esse nome ao seu filho. Você tem alguma pendência com esse parente? Há algo que machuca, incomoda ou que tenha ficado pendente com ele? Quais são os sentimentos da família em relação a essa pessoa, e até mesmo em relação a seu bebê receber esse nome?

Se uma criança leva o nome do avô, por exemplo, deve ser porque ele foi amado e, independentemente do que for, ela será amada da mesma maneira. Sem mais. Essa é a única e mais importante razão, e jamais lhe dizer “você deve ser como seu avô”, mas dizer “amo o fato de você pintar! Sabia que seu avô pintava aquarelas?”.

Carregar o nome de alguém deve ser motivo de orgulho e inspiração, de se sentir parte de uma família onde a criança pode ser ela mesma e ser compatível com alguém tão amado quanto ele.

Um nome que lhe deixe orgulhoso

Vários pais imaginam o que os colegas de aula do filho dirão, o diminutivo do nome ou o hipocorístico (a forma distorcida, afetiva, familiar ou infantil do nome usual). Verifique todas as formas possíveis, e se nenhuma delas incomodar você, ou se achar que isso não afetará seu filho, esse é o caminho certo.

Advertisement

A moda e os mais populares

No ano passado, na Espanha, os nomes mais populares foram Martín, com 3.256 meninos registrados e Lucas, com 3.185. Já para as meninas, foi Sofia, com 3.185 e Martina, com 3.172 registros.

A moda varia de país para país e de região para região. Muitas vezes têm a ver com um personagem de um programa famoso e até desenho animado! Você pode verificar em seu país quais são os nomes mais populares no ano em que seu filho nascerá.

Este ano no México, por exemplo, voltaram vários nomes “antigos” como Mateo, Santiago, Jaime e o tradicional José. Por outro lado, Maria ainda é o mais popular, seguido por Valentina, Camila e Jimena com sua variante com X – Ximena.

Significado dos nomes

Escolher um nome pelo seu significado também é uma ótima opção. Você pode escolher entre nomes religiosos, mitológicos, em outro idioma, em algum dialeto e, recentemente, também há um grande retorno aos nomes pré-hispânicos para os latino-americanos.

Busque e confirme se o nome tem realmente o significado que você pensa, isso evitará surpresas desagradáveis ​​no futuro.

Advertisement

Nomes originais criados especialmente para seu filho

Há pais que chegaram ao nome do filho combinando, por exemplo, seus próprios nomes, seus sobrenomes. Trata-se de serem criativos e fazerem várias combinações até encontrar aquela que os dois mais gostam.

Também vale a pena mencionar que, hoje em dia, também há uma nova tendência de colocar nomes sem gênero como: Primavera, Azul, Amêndoa etc.

Passe sempre o nome que você escolher pelo filtro de qual será a explicação que vai dar a seu filho quando ele lhe perguntar por que você lhe deu esse nome.

Depois de escolher o nome, você pode começar a chamar seu bebê assim, mesmo que ele ainda não tenha nascido.

Da mesma forma, comece a decorar seu quarto com seu nome, um cobertor e seu álbum de fotos.

Advertisement

Pronunciar seu nome começa a criar em nossas mentes e em nossas vidas essa pessoa, única e inigualável.

Qual nome você está pensando em dar para o seu bebê? Compartilhe suas ideias conosco!

Traduzido e adaptado por Erika StrassburgerAntes de ponerle nombre a tu bebé, entérate de estas novedades

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.