A música é o melhor método para estimular a inteligência de uma criança

O contato com a música na infância traz benefícios infinitos a nível intelectual.

Emma E. Sánchez

Não é novidade para ninguém que a tecnologia tem transformado nosso mundo por completo. Tive meu primeiro celular faz exatamente 25 anos. Nossa segunda filha estava para nascer, meu marido viajava pelo pais e estávamos muito preocupados pensando na hora do parto e não teríamos uma maneira segura de nos comunicarmos. Então compramos um celular, que parecia um tijolo.

Então, 20 anos atrás, chegou o primeiro computador em casa para uso familiar. Naquela época, jamais havíamos imaginado que veríamos todas as maravilhas que hoje em dia a tecnologia faz em nossas vidas.

A tecnologia e a internet são apenas ferramentas que todos nós usamos segundo o que está em nossa mente e coração. Portanto, há aqueles que usam a mesma tecnologia e dispositivos para fazer o bem, e outros para prejudicar e ofender. No meio de todo este grande leque de possibilidades estão os mais jovens, aprendendo e observando o que e como nós outros lidamos com tudo isso.

Pais e professores são a primeira referência

Somos os que disponibilizam, por exemplo, os dispositivos eletrônicos e o acesso à internet e, da mesma forma, também somos nós que devemos regular o tempo que nossos filhos ou alunos passam usando-os e os conteúdos que consomem.

E aqui começa nosso verdadeiro trabalho como pais quando observamos e decidimos o que é melhor para nossas crianças em particular.

Advertisement

David Bueno, autor do livro “Cerebroflexia”, após algumas pesquisas, fez uma declaração que devemos considerar:

“O uso constante de dispositivos eletrônicos chega a substituir as conexões que tornam possível os processos mentais de memorização”.

E, por outro lado, existem propostas de pesquisadores, como de Torkel Kliemberg, que sustentam que o uso de “Brain Training” (ou qualquer jogo/aplicação com o mesmo propósito) incide positivamente na melhora da memória após jogá-los por algum tempo, mas a realidade é que a melhora é muito leve e só para a memória de curto prazo. Não impacta substancialmente na melhora do rendimento nas demais áreas cognitivas.

Por que lhe digo tudo isso?

Porque se seus filhos têm celulares, tablets ou computadores, passam mais de uma hora com eles e você quer que a tecnologia lhes ajude a desenvolver seu intelecto em lugar de gerar-lhes uma dependência ou simplesmente perder tempo jogando, então, atente-se a isso:

A música é a única ferramenta comprovada que pode potenciar seu desenvolvimento intelectual

A aprendizagem e execução de um instrumento musical aumenta notoriamente o coeficiente intelectual de uma criança e faz com que acelere seu desenvolvimento cerebral, sendo a melhor idade para começar, os 6 anos.

Advertisement

Na Universidade de Toronto, no Canadá, estudaram crianças que começaram a estudar piano e solfejo em comparação com crianças da mesma idade sem lições de música e os resultados foram determinantes.

Os que estudavam música:

  • Acrescentaram notavelmente habilidades cognitivas para a matemática
  • Seu quociente intelectual (QI) aumentou
  • Alcançaram maior capacidade de concentração
  • Aceleraram a atividade cerebral obtendo prazer e bem-estar derivados da música.

Então, a conclusão obrigatória é: reduza o tempo das crianças em frente às telas e proporcione-lhes a oportunidade de aprender e executar um instrumento musical.

Agora, que instrumento é melhor? Qual é o ideal para o meu filho?

O instrumento ideal, por definição é o piano, pois proporciona todas as bases para aprender a tocar outros instrumentos no futuro.

Hoje em dia é mais fácil ter um piano que no passado, pois existe uma grande variedade de teclados eletrônicos de bom preço e fácil acesso. Se não for o piano, considere o órgão, o acordeom ou até um sintetizador.

Advertisement

A segunda e também muito boa opção é o violão e suas variantes: guitarra, harpa, banjo, bandolim ou baixo.

A terceira e mais comum opção é o violino e claro, suas variantes.

Esses são os mais comuns, mas realmente a lista é interminável. As seguintes são recomendações para tomar uma decisão, considere os seguintes pontos:

— Existem escolas que dão aulas grátis para que as crianças possam escolher e tomar uma boa decisão, já que comprar um instrumento pode ser uma despesa significativa para a família.

— Considere um instrumento de segunda mão para começar.

Advertisement

— Verifique o tamanho do instrumento em relação à estatura de seu filho.

— Informe-se sobre os custos de manutenção, conserto e outros gastos que o uso pode gerar.

Tenha uma boa atitude e contagie seu filho, para que ele não sinta que é um castigo ou uma imposição de sua parte, considere também os gastos com professores, aulas e até os ruídos que se escutará em casa e as horas de prática que seu filho deverá se dedicar e lembre-se:

Aprender música é um verdadeiro presente para o desenvolvimento de seu filho.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original La música es el mejor método para estimular la inteligencia de um niño

Advertisement
Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.