9 coisas que você precisa saber antes de instalar uma piscina em casa

O que saber antes de instalar uma piscina em casa para não ter problemas mais tarde.


Guilherme Kuceki

Ter uma piscina em casa é algo que a maioria das pessoas gostaria de ter, não é mesmo? É um grande investimento para casa, mas requer preparações do terreno, manutenção, planejamento e outros cuidados.

Portanto antes de construir uma piscina em casa, o proprietário deve buscar as respostas para algumas perguntas como:

1. É muito caro construir e mantê-la?

Na maioria dos terrenos é possível construir uma piscina, porém alguns terrenos precisam ser melhor preparados. Isso pode gerar um custo maior. Depende também do tamanho e do material da piscina, você pode escolher entre fibra, azulejo, vinil, entre outros materiais.

2. Com que frequência preciso fazer o tratamento da piscina?

Em média a cada três dias. A piscina acumula muitas bactérias e precisa de tratamento constante. Tomar uma ducha e limpar os pés antes de entrar ajuda a manter a piscina mais limpa.

3. Posso construí-la da forma que quiser?

Com alguns materiais isso fica mais difícil e até impossível, mas com vinil você pode construir em diversos formatos. O ponto negativo do vinil é que sua vida útil é de em média 8 a 10 anos.

4. É necessário contratar um arquiteto de paisagem para projetá-la?

Não é necessário. A escolha depende do que você deseja.

5. Eu preciso obter o relatório de teste do solo antes da construção de uma?

Sim, é preciso, principalmente no caso da piscina de azulejos, que o solo atenda condições específicas, como por exemplo, a compactação ideal.

Advertisement

Algumas perguntas são muito abrangentes, como:

6. É necessário instalar um dispositivo de Aquecimento?

7. É seguro ter iluminação na piscina?

8. Qual é a profundidade mínima e máxima da piscina?

9. Qual é o tamanho da piscina certa para a minha família?

Portanto você deve marcar uma consulta com vendedores especializados. Na hora de escolher a empresa que fará o serviço, procure por empresas que ofereçam garantias prolongadas e que tenham bom histórico de vendas e de qualidade, assim você não terá “dores-de-cabeça” com sua piscina.

Pense também na acessibilidade para crianças, afinal são elas que geralmente passam a maior parte do tempo na piscina. Piscinas com partes mais fundas podem ser perigosas, a cobertura da piscina para impedir a entrada de sujeira deve ser de qualidade e bem instalada.

Boa sorte! Não esqueça o filtro solar! 

Toma un momento para compartir …

Guilherme Kuceki

Guilherme Kuceki é consultor SAP e professor, e trabalha como Gerente da Comunidade e Publicista para o site Familia.com.br.