8 coisas que você precisa saber para viajar de avião pela primeira vez dentro do país

Aqui está um passo a passo para quem está planejando sua primeira viagem de avião ou para quem somente tem curiosidade.

Erika Strassburger

A primeira viagem de avião é um momento muito aguardado pela maioria das pessoas. Depois das passagens compradas, é muito normal a ansiedade e o nervosismo aumentarem com a proximidade da data.

Para ajudar você que já está de viagem marcada ou está planejando a primeira viagem, elaboramos um passo a passo, desde a compra da passagem até a chegada ao destino. Não há mistério! É só seguir nossas dicas e sua viagem será um sucesso.

1. As passagens

As passagens podem ser compradas diretamente no site da companhia, em agências de viagens físicas ou virtuais, ou no balcão da companhia, seja no aeroporto ou em algum ponto de venda.

2. A bagagem

O limite de peso para a bagagem despachada é de 23 quilos. Se ultrapassar o peso, será necessário pagar uma taxa. O limite para o peso da bagagem de mão é de 5 quilos.

Atente para o seguinte:

Advertisement
  • É proibido levar na bagagem de mão: objetos cortantes ou pontiagudos, como facas, tesouras, navalhas, cortadores de unha etc. Por medida de segurança eles precisam ser despachados.

  • O volume da bagagem despachada não pode ultrapassar 158 cm (comprimento x altura x largura).

  • Lembre-se de trancar sua mala com um cadeado, que deve ser preso para não deslizar. E, se possível, com cintas específicas para malas. Coloque uma etiqueta com seu nome, telefone e e-mail. Coloque, também, algo na mala que facilite sua identificação, como uma fita colorida, que podem ser as próprias cintas, de forma que você consiga reconhecê-la de longe.

  • Cadeiras de roda sem baterias ou com bateria seca, andador ou outro equipamento de locomoção, assim como carrinhos de bebê são despachados gratuitamente.

3. O check-in

O Objetivo do check-in é confirmar que você irá realmente embarcar naquele voo, e gerar um cartão de embarque.

Advertisement

Se optou por fazer o check-in no aeroporto, é importante que você chegue com uma ou duas horas de antecedência. A primeira coisa a fazer quando chegar é dirigir-se ao balcão de embarque da companhia aérea munido de carteira de identidade ou de habilitação, da passagem ou do código localizador e das malas que irá despachar. As malas são pesadas e despachadas, e lhe será entregue o cartão de embarque, que contém: seu nome, o portão de embarque, o horário e número do voo, e o número de assento.

Outra opção é usar uma máquina ou totem de check-in situada, geralmente, próxima aos balcões da respectiva companhia aérea. Se você é marinheiro de primeira viagem, nossa sugestão é que você faça o check-in pela internet. Em casa, você poderá fazê-lo tranquilamente. Além de prático, você economizará em torno de 90% na taxa de emissão do cartão de embarque. Você só precisa dispor de uma impressora. Além disso, não terá de chegar com tanta antecedência ao aeroporto.

Para um passo a passo de como fazer um check-in online, clique neste link.

4. Setor de embarque

Você poderá ficar de olho naqueles televisores que dão informações sobre saídas e chegadas de voos. Mas como é a primeira vez que você irá voar, o melhor é ir direto ao salão de Embarque Doméstico (voos nacionais). Você terá de passar antes pelo detector de metais. Por isso é importante separar as chaves, moedas e outros metais, que devem passar junto com a bagagem de mão na esteira de raio-X.

Escolha um lugar para se sentar próximo ao portão de embarque (gate), cujo número está no seu cartão. É bem difícil se perder, pois há muitas placas indicativas.

Advertisement

5. Entrando no avião

Quando anunciarem seu voo, dirija-se ao seu portão, onde provavelmente estará se formando uma fila. A atendente irá conferir seu cartão e você se dirigirá ao avião passando pelo corredor de embarque ou caminhando pelo pátio até a aeronave. É só seguir as pessoas, não há como errar.

Quando entrar no avião, dirija-se à sua poltrona e coloque sua bagagem de mão no compartimento mais próximo. Ative o “modo avião” do seu celular e preste atenção às instruções de segurança passadas pela comissária de bordo.

6. Durante o voo

Os momentos mais emocionantes do voo são a decolagem e a aterrissagem. A sensação é muito boa para quem aprecia um pouco de adrenalina. Pode acontecer um pouco de turbulência na viagem, mas não se preocupe, é supernormal.

Aprecie a viagem com tudo o que a companhia aérea lhe oferecer: refeições quentinhas (dependendo do horário do seu voo), snacks, bebidas, TVs individuais com canais ao vivo, kit amenidades, além da vista maravilhosa lá de cima.

Qualquer dúvida que tiver, não hesite em perguntar aos comissários de bordo.

Advertisement

7. Em voos com escala ou conexão

Em voos com escala o passageiro não precisa fazer nada, o avião parará para pegar mais passageiros e, talvez, abastecer. Depois seguirá viagem.

Em voos com conexão há uma ou mais trocas de avião. Em virtude disso você precisará prestar atenção nos seguintes detalhes:

  • Assim que o avião aterrissar recolha sua bagagem de mão. A transferência da bagagem despachada é por conta da companhia aérea.

  • Mantenha seu cartão de embarque em mãos.

  • Verifique o tempo que você tem antes do próximo voo. Cuide para não se distrair, caso tenha um tempo curto. É bom ir diretamente ao portão de embarque e aguardar lá. Caso não encontre o caminho, simplesmente peça informações aos agentes de portão.

    Advertisement

8. Desembarque

Quando o avião pousar no destino os passageiros se dirigirão à esteira para pegar as malas. Somente siga-os. Assim que visualizar a sua, posicione-se para pegá-la. Confira a etiqueta para se certificar de que é a sua mala mesmo, e sua viagem terá chegado ao fim. Divirta-se!

Encontre mais informações para a sua viagem e destinos fantásticos a preços promocionais no site Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.