7 sintomas que diferenciam a gripe do resfriado que você precisa ficar atento

O resfriado vem de 200 vírus diferentes. A gripe, por milhões. Mas há alguns sintomas que você precisa observar que podem ser fatais se não cuidados.


Michelle Schultz

O resfriado comum ou simplesmente “resfriado” é uma das doenças mais comuns. É causado por mais de duzentos vírus diferentes. Ao contrário da gripe, os sintomas do resfriado são geralmente brandos e não causam cansaço extremo. Por ser uma doença muito difundida, o resfriado é a razão mais comum para a falta às aulas e ao trabalho. As crianças são mais atingidas pela doença do que os adultos. Os bebês e as crianças em idade pré-escolar são os mais infectados porque seu sistema imunológico ainda é imaturo. As crianças entre um e três anos sempre estão juntas dos coleguinhas. Elas não lavam as mãos como deveriam e não cobrem a boca quando tossem ou espirram.

O vírus do resfriado é transmitido no ar por meio de gotículas que são liberadas quando a pessoa tosse, espirra ou fala. Outra pessoa pode inalar as gotículas ou entrar em contato com a superfície onde as gotículas estão. O vírus do resfriado pode sobreviver por até três horas em uma superfície.

Sair no frio não causa o resfriado. No entanto, temperaturas baixas podem secar a mucosa nasal e abrir caminho para a infecção pelo nariz. As pessoas com alergias que afetam o nariz ou a garganta são as que têm o maior risco de se infectarem. Aquelas que se exercitam regularmente têm menos probabilidade de se contaminar. Os primeiros sintomas aparecem dois ou três dias depois da contaminação.

Depois que a pessoa está contaminada, o nariz começa a escorrer como um recurso para eliminar os germes. O muco se torna amarelo ou esbranquiçado, indicando que o sistema imunológico começou a trabalhar. O muco pode se tornar esverdeado, mas isso não significa que a pessoa precise tomar antibióticos. Como o resfriado é causado por vírus, os antibióticos não ajudam em nada. Com a progressão da doença, a pessoa infectada pode ter os seguintes sintomas:

  • Garganta inflamada.

  • Coceira na garganta.

  • Inchaço ou dor na região dos seios paranasais (onde acontece a sinusite).

    Advertisement
  • Tosse.

  • Dor de cabeça.

  • Espirros.

  • Placas de muco no nariz.

  • Febre baixa.

  • Dificuldade de respirar pelo nariz (pode ser um problema nos bebês que só conseguem respirar pelo nariz).

  • Olhos lacrimejantes.

  • Dores no corpo.

Se seu filho demonstrar alguns desses sintomas, é provável que ele esteja com resfriado. Se a criança estiver mesmo doente, é importante observar se há sintomas da gripe. Estes são os sintomas comumente associados à gripe:

  • Febre alta por mais de três dias.

    Advertisement
  • Tosse prolongada (que dura mais de duas semanas).

  • Sonolência incomum.

  • Dor de cabeça aguda (geralmente causada pela sinusite).

  • Dificuldade para respirar.

  • Falta de desejo de consumir líquidos.

  • Forte dor de ouvido.

Se seu filho estiver gripado, faça com que repouse bastante. Assegure que a criança beba muito líquido. Use um vaporizador ou umidificador. Aplique um spray nasal na criança. Se necessário, use um analgésico e antitérmico como ibuprofeno ou paracetamol. Você pode oferecer também uma pastilha ou spray para garganta para aliviar a inflamação e a coceira. Medicamento para gripe não é recomendado para crianças menores de quatro anos de idade.

O melhor tratamento é a prevenção. Veja alguns métodos práticos de prevenção:

  • Lavar as mãos com frequência.

  • Manter as mãos longe do rosto.

  • Usar o antebraço para cobrir a boca e o nariz ao espirrar e tossir.

  • Manter distância de pessoas que estejam gripadas ou com resfriado.

  • Manter a pessoa em casa se ela apresentar os sintomas acima.

  • Usar um desinfetante para limpar áreas de tráfego intenso de pessoas.

Leia também: 10 remédios caseiros para a gripe

Por mais que você tente evitar que seus filhos peguem uma gripe, é bem provável que ainda assim eles a contraiam. Portanto, como pai ou mãe você precisa monitorar a enfermidade de seu filho para ter certeza de que não é algo mais sério do que apenas um resfriado.

Traduzido e adaptado por Wagner Vitor do original It’s just a cold, or is it?.

Toma un momento para compartir …

Michelle Schultz

Michelle Schultz é professora do Ensino Fundamental, graduada em Psicologia e Sociologia, mãe de dois filhos e gosta de esportes e atividades com os filhos.