7 passos para vencer a depressão

Restaurar a saúde da mente pode ser uma batalha difícil de travar. Mas é possível e você não precisa enfrentar isso sozinho.


Marilia de Andrade Conde Aguilar

Pessoas boas têm bons pensamentos e pessoas ruins têm pensamentos ruins. Para mim, as coisas sempre pareceram simples assim. E eu me colocava na categoria das pessoas boas.

Sempre procurei enxergar o lado bom das coisas e me considero uma pessoa muito abençoada.

Nasci em uma boa família, casei com um bom marido, tenho bons filhos e um bom emprego. E não conseguia entender porque pensamentos tão negativos começaram a invadir a minha mente. Não dei “permissão” para eles entrarem e muito menos desejei pensar coisas assim…

Não conseguia encontrar a razão de uma tristeza tão constante e profunda, que muitas vezes escondi atrás de um sorriso fácil. Porque, afinal de contas, eu era uma “pessoa boa” e pessoas boas estão sempre felizes, certo? Descobri que não.

Confesso que senti muito medo. Medo do que as outras pessoas iriam pensar de mim, medo de me transformar em uma pessoa amarga, medo de ficar louca…

Restaurar a saúde da mente pode ser uma batalha difícil de travar. Mas, a boa notícia é que você não precisa enfrentar isso sozinho.

Leia: Ajudando alguém com depressão

Advertisement

Confira abaixo uma lista de 7 passos que me ajudaram a vencer esse desafio:

1. Procure ajuda

Algumas vezes nossa família não conseguirá compreender plenamente o que estamos sentindo, principalmente se nunca passaram por essa experiência.

Isso não significa que você está sozinho nessa jornada. Procure seu líder religioso, talvez ele tenha bons conselhos a lhe dar. Mas, principalmente, procure ajuda profissional.

Não se envergonhe de procurar a ajuda de um psiquiatra! Da mesma forma que procuramos um cardiologista para cuidar de nosso coração quando algo não vai bem com ele, procuramos o psiquiatra para ajudar a cuidar de nossa mente quando algo não var bem com ela. Simples assim.

2. Encha sua mente com as coisas de Deus

Demorei muito tempo para entender que procurar ajuda profissional para tratar problemas como a ansiedade e a depressão não significa falta de fé. Deus inspirou a humanidade para desenvolver a medicina e devemos fazer uso dos recursos que hoje estão a nossa disposição para promover nossa saúde física e mental.

Quando aliamos o tratamento da medicina com o estudo da Palavra de Deus, a recuperação ocorre de forma muito mais rápida.

Leia: Identificando e tratando a depressão

3. Afaste os maus pensamentos

Você não consegue evitar que um pássaro pouse na sua cabeça. Mas pode evitar que ele faça um ninho nela.

Da mesma forma, evite que os pensamentos negativos façam um “ninho” em sua mente. Quando eles surgirem, diga firme “agora não” e espante esse pensamento de lá. Você pode cantar uma música que goste ou recitar um poema ou salmo preferido. Use sua criatividade para não deixar o pensamento ruim se fixar.

4. Inunde sua mente com coisas boas

A melhor forma de evitar pensamentos ruins é preencher nossa mente com coisas boas.

Advertisement

Encha sua vida com boa música, bons livros, bons filmes e boas companhias.

5. Combata a ansiedade e o medo com a oração

Quando sentir a ansiedade e o medo crescerem dentro de você, feche os olhos e faça 3 respirações profundas. Isso ajudará a acalmar a mente.

Em seguida, faça uma breve oração pedindo ajuda divina e serenidade para enfrentar a situação.

6. Pratique a virtude do contentamento

Vivemos em uma sociedade infinitamente insatisfeita. Queremos mais, mais e mais e o resultado disso é mais, mais e mais ansiedade e insatisfação.

O contentamento é algo muito poderoso. Pratique essa virtude fazendo um diário de gratidão. Comprometa-se a dedicar 10 minutinhos todos os dias para escrever o que você tem a agradecer hoje.

Você pode utilizar essa lista em sua oração antes de dormir.

Leia: Depressão é doença séria: Lidando com quem não entende o que é depressão

7. Pense menos em você e mais nos outros

Cheguei à conclusão que quanto mais eu penso em mim (nas coisas que quero, ou que acho que preciso), mais infeliz eu me sinto.

Por outro lado, os meus desafios parecem cada vez menores quanto mais me dedico em ajudar outras pessoas.

Existem muitas formas de ajudar! O serviço gera um tipo de felicidade que preenche o coração e cura a mente.

Leia: Cinco maneiras eficazes de lidar com a depressão

Ser uma boa pessoa não afasta os desafios da vida, e nem problemas como a ansiedade e a depressão.

Da mesma forma que esses 7 passos me ajudaram, sei que poderão ajudar você em sua batalha!

Toma un momento para compartir …

Marilia de Andrade Conde Aguilar

Marilia Condé Aguilar é advogada, escritora, esposa e mãe. Adora pesquisar e está sempre em busca de soluções práticas para ajudá-la a equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.