7 formas em que você DESTRÓI seus filhos quando decide ser INFIEL a sua esposa

Quando você decide ser infiel a seu cônjuge, você também decide destruir seus filhos. Descubra sua dor real.


Mariel Reimann

O dia em que eu segurei minha filha pela primeira vez, uma imensa sensação (quase insuportável) de responsabilidade invadiu minha vida. Seus olhos azuis como o céu me olhavam intensamente, como se dissessem: Estou aqui, agora você deve me proteger, mamãe, e naquele momento, minha vida mudou para sempre.

O dia em que decidimos furar as orelhas da minha filha mais nova (no mesmo dia em que furamos as orelhas da mais velha), quando eu vi que fizeram o furo e ela chorou, doeu mais em mim, e não pude deixar de pensar que ela chegou para mim perfeita, sem furos, e que eu, por uma moda, a havia mudado.

Eles chegam para nós 100% indefesos e com sua alma perfeita, à nossa total e completa mercê. Toda vez que você faz uma escolha ruim, você estará deixando um machucado em seu coração, e não importa o que você faça, nunca mais será igual. Se você decidiu ser infiel a seu cônjuge, você também decidiu destruir a vida de seus filhos.

Estas são as 7 feridas que não irão cicatrizar:

1. Você cria um futuro infiel

De acordo com Ana Nogales, psicóloga clínica, “55% dos filhos de famílias nas quais um ou ambos os pais foram infiéis, também são infiéis em sua vida adulta.”

Você é o seu grande exemplo, e o que você faz, em suas pequenas mentes, é certo. Ensinar a alguém que a infidelidade é uma conduta aceitável e uma forma de viver, através do exemplo, é como ensinar uma criança de 2 anos a abusar de substâncias como o álcool ou drogas.

É necessário acrescentar que não é o mesmo cometer uma única infidelidade por erro e nunca mais fazer isso, e aprender sobre a infidelidade como um dos “ensinamentos” de um de seus pais.

Advertisement

2. Eles experimentam o pior tipo de traição que um ser humano pode experimentar

Traições que chegam a nossas vidas através de amigos, ou familiares mais distantes, não machucam nada em comparação à traição do ser que nos deu a vida. As crianças aprendem a viver a traição de uma maneira que não é natural, já que não fomos criados com a habilidade de entender ou digerir a traição de nossos próprios pais.

Para as crianças, a traição de um de seus pais para com o outro é sentida e vivida como uma traição a toda a família, aos seus sonhos de crescer com ambos, e surge o maior medo e incerteza que um ser humano pode sentir. Se você trair seu parceiro (a mãe ou o pai de seus filhos), o que o impede de falhar com seus filhos de novo?

3. Começam a sentir pânico do abandono

O que sua mãe ou pai fez para merecer que você a/o deixasse por outra pessoa que agora você ama mais? Exatamente, seu cônjuge não fez nada para merecer uma traição, simplesmente, porque ninguém merece isso.

As crianças que são filhos de pais infiéis crescem com um sentimento de insegurança e desenvolvem pânico do abandono. Isso impacta seu futuro de forma significativa. Quando são adultos, é difícil para eles encontrar um parceiro porque tendem a sufocar a todos que lhe demonstram amor, por medo de perdê-los.

4. Aprendem a desconfiar (de tudo e todos)

De acordo com Huffington Post, 75% dos filhos de pais infiéis desenvolvem a desconfiança de uma maneira que não é considerada normal, ou seja, sua desconfiança é tal, que é praticamente impossível poder ter um relacionamento em casal saudável e duradouro.

5. Não acreditam no amor

80% dessas crianças ao chegar à idade adulta não acreditam no amor, embarcando em comportamentos destrutivos quando se trata de amor. Elas acham extremamente difícil de acreditar que possam ter uma família e que o amor será a base dessa união. Uma grande porcentagem delas se envolve em relacionamentos curtos, casuais e tem medo de compromisso e tende a sabotar todos os relacionamentos que tem, por medo de se apaixonar e sofrer.

6. Precisam tomar decisões impossíveis

Isso ocorre em todos os divórcios. Os filhos sentem que devem escolher entre um dos pais. O que muitos pais não conseguem entender completamente é que ambos são muito importantes para os seus filhos, e que, independentemente do que tenha acontecido, eles gostariam de escolher ambos.

7. O dano não começa no dia em que a criança descobre sobre a traição de um de seus pais e não termina com a separação de seus pais

“O dano causado nos filhos ocorre no momento em que o pai ou a mãe decide sair de seu casamento para envolver-se física ou emocionalmente com outra pessoa. Quando a infidelidade ocorre, o infiel trai seu cônjuge e sua família, e o amor e compromisso como cônjuge e pai ou mãe.” explica Azmaira Maker, terapeuta e psicóloga familiar. “Não é apenas um comportamento, é toda uma dinâmica no relacionamento”, acrescenta.

Se você tem uma família, pense 100 vezes antes de seguir seus instintos ou falta de controle para ir atrás de uma aventura. Lembre-se que você está comparando uma simples aventura com o amor incondicional de quem decidiu que queria você como pai ou mãe e como companheiro.

Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original 7 formas en las que destryes a tus hijos cuando serle infiel a tu esposa

Advertisement
Toma un momento para compartir …

Mariel Reimann

Mariel Reimann é a Diretora de Conteúdo da KSL Latino. Ela estudou direito na Universidade Nacional de Cordoba, e atualmente mora em Salt Lake City, Utah.