7 coisas que você precisa saber sobre o segundo filho e o segundo parto

Será que terei novidades nessa gestação?


Shana Padilha

Na primeira gestação, nossa barriga é o centro de tudo. Já na segunda, conseguimos dar conta de tudo a nossa volta por sabermos que tem um outro ser dependente de nós e não somente o crescimento da barriga.

Ser mãe do segundo filho ou mãe de segunda viagem muda muito, e a maioria das mudanças é para melhor.

Muda na disposição, na escolha do que colocar na mala para levar para o hospital, pois levamos somente o necessário para a mãe e o bebê.

Algumas coisas já sabemos por ter vivido esse momento antes. Mas é comum carregarmos alguns anseios a cada gestação.

Cada gestação é única. Cada bebê é um ser único, então nada é igual.

1. Qual o momento ideal para ter o segundo filho?

O ideal deve ser o seu e o do seu esposo, para embarcarem juntos nessa nova etapa que será cheia de desafios e bagunça pela casa.

2. Será que o meu filho já está preparado para ser o irmão mais velho?

Esse fato sempre preocupa os pais. No entanto, não deveria ser uma preocupação levada muito a sério. O filho mais velho vai ter aquele dia de ciúmes, isso é natural. Nada fará com que ele esteja preparado a não ser a experiência.

Advertisement

3. Minha gestação será como a anterior?

Não. Tudo muda. Nem o seu corpo também é mais o mesmo. E existe um ser muito diferente do outro que está fora. Somos seres únicos nessa terra.

4. Com o segundo filho as mamadas do bebê já não são com o silêncio do primeiro

Não conseguimos descansar como gostaríamos. Mas mesmo assim é maravilhoso.

5. Você estará mais fisicamente preparada

Mesmo com uma barriga grande, você verá que existe mais energia dentro de você que não imaginava.

6. Evite lembrar das coisas negativas da sua primeira gestação

Assim como os filhos não são iguais, as gestações também não.

7. Você vai se sentir culpada algumas vezes por não poder dar atenção que dava antes para o primeiro filho

Mas isso é apenas no início, depois as coisas voltam ao normal. E outra coisa: você vai conseguir amar os dois. Ter o segundo filho ajuda também nisso, a mais perfeita forma de amar.

Assim como esses tipos de perguntas, passa mais perguntas e dúvidas na cabeça de cada mãe. Confiar na intuição e na informação e criação que tivemos ajuda muito a decidir como agir.

Conversar com mais mães que passaram por isso pode facilitar para você a aceitação de que não somos perfeitas, mas, no entanto, damos conta de muitas coisas.

Trabalhe com a sua disciplina, ela será sua grande aliada.

Toma un momento para compartir …

Shana Padilha

Cursando Licenciatura em Pedagogia. “A mente que se abre a uma nova ideia, jamais volta ao seu tamanho original. ” (Albert Einstein)