6 virtudes que seu filho pode desenvolver em casa para sua vida futura

Ensinar e viver essas virtudes e valores com seus filhos tornarão suas vidas mais plenas e felizes.

Emma E. Sánchez

O lar é o grande laboratório da vida. Nele, cada pessoa pode desenvolver talentos, habilidades e virtudes.

Nesta ocasião, dedicarei minhas palavras para lhe falar sobre seis virtudes muito importantes. Diria eu, fundamentais para desenvolver e favorecer os nossos filhos, com o objetivo de que, no futuro, eles possam ter uma vida boa, desfrutar sua família e ser felizes.

Laboriosidade

Entendemos por laboriosidade o trabalho, disciplina e prazer em cumprir os nossos deveres de maneira dedicada e excepcional.

Tudo se resume a ser uma pessoa trabalhadora, não ociosa, comedida, pronta para ajudar ou fazer o que for necessário, incluindo tarefas que ninguém gosta de fazer.

Quando penso em laboriosidade, penso no meu pai, um homem que, até a velhice, se levantava muito cedo para trabalhar, cuidar do jardim, lavar o carro ou sair para comprar o necessário para o café da manhã. Ele costumava dizer: “É preciso conquistar o café da manhã”, e sempre demonstrava isso fazendo alguma coisa. Meu irmão e eu nunca nos sentamos à mesa sem ajudar em casa ou pelo menos preparar ou servir comida. Não teríamos cara para fazer isso, pois nossos pais viviam assim.

Advertisement

O trabalho é uma bênção que nem todos têm e que muitos gostariam de poder realizar.

A atitude que você, como pai ou mãe, demonstra em relação ao trabalho é a que seus filhos irão desenvolver, sua vontade de fazer as coisas muito bem é algo que eles irão valorizar e lhes será útil futuramente.

Justiça

Basta assistir ou ouvir as notícias para percebermos os problemas sociais onde a injustiça e os abusos predominam.

Justiça é dar a cada um o que lhe corresponde, e ela anda de mãos dadas com a equidade e o respeito. Muitos comportamentos injustos são aprendidos em casa, pois se vive dessa maneira. Um pai abusivo gera ressentimento entre os filhos, uma mãe que prefere um filho a outro, tratamentos diferentes devido ao gênero, à aparência ou a outros interesses cujo centro e origem não é a justiça ou o amor; são o princípio do ressentimento e da violência.

Como pais, devemos continuamente nos avaliar e verificar se somos pessoas justas e, se cometermos algum erro, oferecer um pedido de desculpas, corrigir ou restituir o mais rápido possível. As crianças observam e aprendem.

Advertisement

Gratidão

Talvez este seja um dos presentes mais preciosos que podemos dar a nossos filhos, pois, em tempos difíceis, vai lhes dar a visão de se concentrar mais no bem, no que existe e no que eles têm, e não no sofrimento por aquilo não existe, o que eles não são ou não têm.

Ser grato nos “vacina” contra a inveja, a ganância e o desânimo. “Contar nossas bênçãos sempre fará mais bem à alma do que contar o que não temos.”

Moderação

É engraçado como algumas virtudes aparentemente saem de moda. Fico muito surpresa em saber que, em se tratando de moderação, muitos não entendem como alguém consegue se controlar, ou não consumir álcool, drogas, ou qualquer extremo ou exagero em algo.

A moderação tem muito a ver com o controle de nossos impulsos, autocontrole e domínio da razão sobre nossos desejos. É aproveitar a vida com consciência, sem abusar de nada nem de ninguém. Aprender a ser moderado irá libertar seus filhos das consequências provocadas pelos abusos.

Castidade

Outra virtude que tem sido atacada, menosprezada e vilipendiada, fazendo com que seja vista como arcaica e até ruim. Essa virtude pode ser compreendida de várias maneiras, mas, em princípio, está relacionada à fidelidade, lealdade, respeito e respeito próprio, autocontrole e comprometimento.

Advertisement

Cada família pode ensinar esses princípios e virtudes segundo sua própria concepção, crenças e o que desejam para seus filhos. Sinto apenas que devo compartilhar com vocês o que vivi em minha própria vida, com meus próprios filhos e com as consequências boas e más advindas de vivê-los ou não.

Humildade

Essa é uma virtude que se desenvolve quando servimos aos outros, ajudamos com alegria e amor ou sacrificamos algo em benefício de outra pessoa.

Às vezes, as pessoas ficam cheias de orgulho e vaidade porque se esquecem de onde vieram e o que os outros fizeram por elas. Vaidade, arrogância e prepotência são contrárias à humildade. O amor é irmão da humildade.

Convido vocês, como família, a se reunirem e decidirem quais valores e virtudes gostariam que seus filhos desenvolvessem nos próximos meses, que atividades podem fazer para vivê-los ou que comportamentos devem eliminar para se tornarem melhores e mais felizes.

Tudo o que é bom tem seu preço, e é melhor fazê-lo aos poucos na infância para que, quando seus filhos forem jovens e adultos, você tenha uma velhice seja cheia de doçura e satisfação.

Advertisement

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger, do original 6 virtudes que tu hijo puede desarrollar en casa para su vida futura

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.