6 comidas comuns que podem ser fatais

Estes alimentos são comuns em diferentes partes do mundo e alguns até mesmo no Brasil. Mas eles escondem segredos perigosos que precisamos conhecer.


Rachel De Castro

Por esses alimentos serem tão comuns no nosso dia a dia podemos até não desconfiar dos perigos que eles escondem. Se preparados ou ingeridos da maneira errada, eles podem ser fatais ou causar danos permanentes ao nosso corpo. Por isso é importante se informar e procurar saber como prepará-los corretamente para não correr riscos.

1. Cogumelos selvagens

Alguns cogumelos parecem inofensivos, mas na verdade podem ser letais. O cogumelo com o nome Amanita Phalloides é uma espécie originária da Europa, mas pode também ser encontrado nas Américas. Se for ingerido pode causar dores abdominais e vômito. Em grandes quantidades ele causa danos ao fígado, rim e coração, e pode até levar à morte.

2. Baiacu (fugu)

O Baiacu é um dos peixes mais venenosos do mundo. E existe um tipo de sashimi feito com esse peixe, o fugu, que só pode ser preparado por chefes especializados. Mas mesmo assim algumas pessoas por ano são vítimas desse peixe. O veneno fica no fígado, intestino e ovários. Os efeitos da intoxicação começam de 10 a 45 minutos após o alimento ser ingerido. Os sintomas incluem vômito, enjoo e fraqueza.

3. Akee

Akee é uma fruta popular na Jamaica. Essa fruta só pode ser ingerida se estiver totalmente madura e se for preparada apropriadamente. A fruta contém um veneno que se ingerido causa vômito e até a morte.

4. Maniçoba

Um dos alimentos que vem da maniçoba é bem conhecido no Brasil, que é a tapioca. A maniçoba é a folha da mandioca que se preparada incorretamente, pode produzir cianeto. Se ingerido em grandes quantidades o cianeto pode causar hipertensão, dispneia, convulsões, coma e pode levar à morte.

5. Castanha-de-caju

Você já notou que a castanha-de-caju comercializada é sempre vendida torrada? Isso é porque a castanha-de-caju não deve ser ingerida crua, ela contém uma toxina que pode ser letal se ingerida em grandes quantidades. A toxina também irrita bastante a pele, então até para manuseá-la você deve usar luvas.

6. Mariscos

Os mariscos podem carregar hepatite A, febre tifoide e disenteria por viverem em ambientes de pouco oxigênio. Por isso nunca se deve ingeri-los cru.

Advertisement

{step6}

Toma un momento para compartir …

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.