5 coisas que somente a mãe pode ensinar para o filho

As mães devem ter em mente que tudo o que elas ensinam a seus filhos homens irá beneficiar algum dia a eles e a toda a sociedade.


Stael Ferreira Pedrosa

No ano passado uma notícia chocou o Brasil e o mundo: uma menina de 17 anos foi estuprada por 33 homens. É simplesmente uma das coisas mais horríveis para se ter notícia, mas infelizmente essas coisas acontecem. No Brasil, a cada dois minutos, cinco mulheres são agredidas violentamente. Ou seja, enquanto você lê este artigo, 5 mulheres sofreram violência.

Como mudar isso? Como parar o sexismo, o machismo e a cultura do estupro?

As mães podem ter um papel fundamental para evitar que no futuro esse tipo de coisa aconteça, não apenas ensinando sua filha a evitar passar por esse sofrimento, mas também ensinando seus filhos a respeitar e amar as mulheres – independente de quaisquer conceitos e condições.

As mães devem ter em mente que tudo o que elas ensinam a seus filhos homens irá beneficiar algum dia a eles e a toda a sociedade, e ainda mais importante é que esse benefício se estenderá àqueles que o filho dela irá encontrar, amar e compartilhar sua vida.

Por isso não deixe de ensinar estas 5 coisas a seu filho

1. A ser bom e ajudar aos outros

Toda criança deve ser ensinada a ser boa, a compartilhar, ajudar e querer o bem para o próximo. Quando os pais não agem dessa maneira, não adianta apenas falar. Mãe, seu filho precisa ver você sendo boa e ajudando aos outros. Ele precisa ver você perdoando, respeitando e falando bem dos que a rodeiam. Ele deve aprender a ser o primeiro a ajudar, a consolar e confortar os que sofrem.

Além disso, ele precisa ver como você age quando as coisas não acontecem da maneira que você queria. Como você lida com as frustrações. Se você é boa perdedora ou se fica maldizendo a derrota e o vencedor. Isso fará grande diferença na maneira como ele verá as pessoas que o rodeiam.

2. Que ele é tão especial quanto sua mãe diz que é, mas não é melhor que os outros

Ele precisa entender com sua ajuda que ele tem grande valor e que não há nenhum outro exatamente igual a ele ou que fará as coisas como ele faria. Ele precisa entender sua singularidade e seus talentos e habilidades únicos.

Advertisement

Que ele pode e deve controlar e mudar somente a si mesmo. Ninguém muda os outros e, portanto, ele nem deve tentar. Que ele jamais deve se comparar a qualquer pessoa além de si mesmo.

Que respeitar os outros – exatamente como eles são – sejam mulheres, crianças, idosos é sinal de integridade e caráter forte.

3. Encontrar algo que o eleve e dedicar-se a isso

Ensine ao seu filho que ele deve ter um objetivo para sua vida. Que ele deve encontrar suas paixões e aquilo que o eleva. Seja de cunho religioso, acadêmico, artístico, etc. E que ele deve se dedicar a isso, o que significa dar de si, aprimorar-se e fazer muito bem. Querer ser perfeito é irreal, mas buscar a excelência é algo gratificante.

4. Que ser gentil, amoroso e respeitoso com os outros não é sinal de fraqueza

Ensine-o que ele deve sempre estar pronto a levantar-se e defender o que é certo, a defender os mais fracos, os que não têm como fazê-lo por si mesmos, a mostrar bondade, gentileza e jamais brincar com os sentimentos dos outros. A não achar graça e nem repetir piadas racistas, sexistas, preconceituosas e degradantes de maneira alguma. E, que tudo isso tem maior valor quando não tem ninguém olhando.

Ele deve compreender que essas são características dos fortes. Os fracos e pequenos escorregam sempre para o desprezo, a maledicência, a zombaria, o comportamento imoral ou desonesto, o bullying e qualquer outra tentativa de diminuir o outro para parecer maior.

5. Não podemos fugir de nossas responsabilidades

Seu filho deve entender que lavar e passar uma roupa, saber cozinhar, arrumar, consertar as coisas são habilidades importantes e não “serviços de mulher” e que ele deve aprender para facilitar a própria vida. Além disso, ele deve entender que as tarefas a serem cumpridas dentro de casa têm o propósito de capacitá-lo e treiná-lo para ser autossuficiente. Que cumprir tais tarefas o ensinarão a cumprir com suas responsabilidades na fase adulta tanto no trabalho quanto dentro de sua futura família.

Ensine-o que um homem de verdade jamais negligencia ou tenta fugir de suas responsabilidades. Que ele entenda que cuidar de si mesmo é gratificante e que cuidar de sua família é uma honra.

Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.