4 situações em que o melhor a fazer é ser egoísta

Existem situações em que é bom se ser egoísta? Sim, existem - para o seu próprio bem - e para o bem das pessoas que estão ao seu redor!


Luiz Higino Polito

Pode parecer que não, mas existem algumas boas razões para sermos egoístas em algumas situações de nossa vida. Nem sempre é bom deixar as outras pessoas decidirem os rumos de nossa caminhada nesta Terra, porque agindo assim, não estaremos ajudando a elas e nem a nós mesmos.

E quais são as razões que justificam o fato de sermos egoístas?

1. Cuidarmos bem da nossa própria saúde

Quando estamos doentes, normalmente podemos fazer muito pouco – ou mesmo nada – tanto para ajudar a nós mesmos, como para ajudar os outros. Quando estamos fortes física, emocional e espiritualmente, podemos ajudar muita gente. Doentes, não ajudamos ninguém. Fazermos exercícios também é uma boa maneira de cuidarmos melhor de nossa saúde física e mental. Ouvir boa música nos eleva espiritualmente e pode fazer bem para nossa saúde física, podendo até ajudar a evitar a depressão.

Leia: 10 maneiras de ser bom para si mesmo

Alimentação balanceada pode nos dar muita força e disposição para executarmos as nossas tarefas do dia a dia. Então, devemos ser egoístas no sentido de cuidarmos bem de nosso corpo, cuidar muito bem de nossa mente e de nosso espírito.

2. Escolhermos nossa profissão

Embora muitos pais e amigos achem que sabem o que é melhor para nós em termos de profissão ou carreira, é melhor também sermos egoístas nessa hora, e escolhermos nós mesmos o que desejamos ser na vida! Senão ficaremos a vida inteira infelizes, fazendo o que não gostamos.

Eu sou um bom exemplo disso: minha primeira opção de carreira era ser psicólogo, mas muitos me aconselhavam a não entrar nessa área. Depois fiz vestibular para Letras, e passei – mas não consegui fazer o curso, porque era muito caro e eu não podia pagar tal faculdade. Mais tarde iniciei o curso de Economia, porque eu estava trabalhando num cargo dessa área. Estudei só um ano, reprovando em todas as muitas matemáticas que este curso tem.

Advertisement

Logo, fiz um concurso para um Banco Estadual, e passei. Aí já me falaram (e eu entrei nessa) de estudar Processamento de Dados. Fiz vestibular e passei, enroscando novamente em todas as matemáticas que este curso tem também. No fim das contas não terminei nenhum dos cursos universitários que iniciei. Moral da história: eu devia mesmo era ter insistido em Psicologia ou Letras, que é o que eu gosto até hoje. Então sejamos egoístas ao escolher a nossa carreira.

Leia: 15 dicas rápidas para se viver melhor

3. Termos autocontrole

Na Bíblia encontramos em Provérbios o seguinte: “Mais vale a paciência que o heroísmo, mais vale quem domina o coração do que aquele que conquista uma cidade.” (Prov. 16:32)

Alguém também disse que “O sucesso de um homem pode ser medido pelo seu autodomínio e a profundidade do seu fracasso pelo seu autoabandono.” Podemos então ser egoístas em termos cada vez mais autocontrole.

4. Sermos felizes

Decidamos ser felizes, apesar de todas as pessoas e circunstâncias que nos cercam. Embora muitos possam pensar que felicidade é uma coisa externa como uma determinada situação ou local, tais como se ficar famoso ou rico ou morar numa mansão na beira da praia, a verdadeira felicidade tem muito mais a ver com uma atitude pessoal correta do que com tudo isso.

Mahatma Gandhi disse: “Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.” O famoso escritor Érico Veríssimo também falou a respeito de felicidade, dizendo que a “Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente.” E o grande filósofo Aristóteles também foi muito feliz ao dizer que: “Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar…”

Então existem mesmo algumas situações em que é melhor sermos egoístas. Essa palavra nem sempre precisa significar um defeito, mas às vezes ela pode significar algumas virtudes.

Leia: 10 razões para agir como criança

Toma un momento para compartir …

Luiz Higino Polito

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!