4 passos necessários para resgatar a confiança depois de ter traído

Você traiu seu cônjuge, arrependeu-se e quer reconquistá-lo. Para isso, precisa entender o que fazer para transformar o relacionamento e salvar o seu casamento.


Suely Buriasco

Cada vez aumenta mais o número de pessoas que me procuram pedindo ajuda para reconquistar o cônjuge depois de uma traição. Mostram-se muito arrependidas e com medo de perder a pessoa amada. De fato, a maioria dos casos de traição não acontece por falta de amor, mas por falta de comprometimento com a relação e por não pensar nas consequências. Assim trocam a felicidade por alguns momentos de prazer e o arrependimento é fatal.

1. O esforço necessário

O caminho da reconstrução de uma relação abalada por tão grande sofrimento não é fácil, tampouco rápido. Pessoas que estão tentadas e preferem achar que nada vai ser descoberto, deveriam procurar saber da dor que envolve a família sempre que uma traição é deflagrada.

A história de como um simples flerte quase destruiu um casamento

Mas se você já caiu nesse erro e agora vê o sofrimento instalado em sua família, quer resgatar a confiança e ganhar o perdão de seu cônjuge terá que se dispor a transformar a má imagem que criou de si mesmo. Para tanto é fundamental demonstrar o quanto, realmente, ama seu cônjuge e quer ficar com ele. A força do amor tem grande poder, assim como escrevi no artigo A força do amor e seu poder para consertar qualquer problema em um casamento.

2. Mudança de atitude

Não basta falar, essencialmente você terá que provar através de atos efetivos a sua mudança. Será fundamental ser e agir da forma mais transparente possível.

Assim:

  • Fale sempre a verdade, mesmo que seja desagradável.

  • Seja paciente e respeite os sentimentos de seu cônjuge.

    Advertisement
  • Permita que seu cônjuge se expresse; não evite falar no assunto.

  • Admita seus erros com humildade.

Pisou na bola? 10 formas de reconquistar a confiança de seu cônjuge

3. Arrependimento e reparação

Não basta se arrepender; é fundamental se redimir do erro e isso tem uma amplitude enorme. É preciso reparar o estrago que a sua atitude provocou no seu casamento e em sua família. Será necessário desenvolver habilidades para provar que o arrependimento é genuíno e que você deseja se livrar totalmente de seu erro. Isso leva algum tempo, mas quanto mais coerente e persistente você for, mas rápido merecerá o perdão de seu cônjuge.

Assim:

  • Corte qualquer tipo de vínculo com a pessoa com a qual você se envolveu.

  • Desprenda todo esforço para blindar as arestas que você criou no seu lar.

  • Tome todo o cuidado para não dar margem a conversas que possam influenciar negativamente seu cônjuge.

  • Restabeleça os canais de comunicação no seu casamento.

4. A reconstrução

Claro que fazer a sua parte ainda não será garantia que seus anseios junto à família alcançarão êxito. Um casamento é fruto dos esforços de ambos os envolvidos e o cônjuge traído também precisa atuar de forma muito efetiva na reconstrução dessa relação tão abalada. Isso inclui reconhecer a mudança de atitude do cônjuge e, aos poucos, ir deixando o passado para trás, mas são as atitudes citadas acima que inspirarão esse esforço no cônjuge traído.

Não há dúvidas de que a maior responsabilidade para a reconstrução do relacionamento de vocês é sua e reconhecer isso é o passo inicial para a proposta de manter seu casamento e, mais do que isso, transformar sua relação de forma que seja satisfatória para ambos. O importante é não desistir e, caso necessário, não tardar a buscar ajuda.

Advertisement

4 meios de um casamento sobreviver à traição

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.