4 mentiras que levam ao divórcio

Não permita que a mentira acabe com aquele sentimento que os uniu ao matrimônio. Sejam íntegros e honestos e cultivem o amor que sentem um pelo outro.


Renata Finholdt

Todo casamento acontece porque duas pessoas que se amam almejam passarem o restante de suas vidas juntas, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Com o passar do tempo é natural que haja algumas desavenças, desentendimentos que poderão ser ajustados quando há diálogo e respeito um pelo outro.

Muitos casamentos, no entanto, acabam – cada vez mais cedo – porque nos momentos em que um casal passa por dificuldades não procuram buscar juntos a solução para este ou aquele problema, tentam por si só resolverem de outras maneiras, e algumas destas maneiras tendem a ser egoístas, visando apenas a satisfação de um dos lados.

Ninguém quando se casa pensa em se divorciar em alguns anos, todos esperam e sonham viverem juntos, para que isso aconteça é preciso ter maturidade para assumir seus próprios erros, respeito pelo cônjuge e autocontrole para não buscar caminhos que podem não ter volta.

O caminho das mentiras é algo bem ruim em um relacionamento, elas destroem o amor e a confiança e levam, com o passar do tempo, ao término de um casamento que poderia ter dado certo.

Mentira 1 – Esconder do cônjuge contato com amigos do sexo oposto

Não há nada de mal em manter a amizade com pessoas do sexo oposto, no entanto, se o encontro com estas amizades não é revelado ao seu cônjuge ele deixa de ser sadio e pode contribuir com o término de um relacionamento. Lembre-se que agora você é uma pessoa casada e seu cônjuge pode estar com você no encontro com amigos.

Mentira 2 – Finanças

Esconder os gastos, ou gastar escondido de seu companheiro não é uma atitude saudável para o relacionamento. Vocês, juntos podem definir o valor que cada um tem do orçamento para gastar com suas coisas, mas se isso ainda não foi feito compartilhe com seu cônjuge suas intenções e necessidades quando o assunto for finanças familiares, só assim vocês poderão viver em paz neste sentido.

Mentira 3 – Seus gostos e desejos

Muitas vezes ao tentar agradar o outro, no começo de um relacionamento, um dos cônjuges pode se anular, deixando com que o outro decida todas as coisas, da maneira que ele acha que deve ser. Trata-se de uma doença grave para um relacionamento sadio. Ambos, desde cedo, devem conversar abertamente sobre seus anseios perante qualquer aspecto da vida e somente assim, depois de exporem seus ideais, tomarem suas decisões. Com o passar dos anos, se este tipo de mentira prosseguir, quando um dos lados cansar de se anular, pode ser o fim de um casamento.

Advertisement

Mentira 4 – Aspectos de seu dia a dia

Sejam honestos em relação a seu dia a dia com seu companheiro. Evitem encobrir atitudes erradas sua própria ou de seus filhos. Procurem ser um na tomada de decisões. Quando vocês estão alinhados quanto a este tipo de atitude dificilmente terão problemas com pequenas mentiras que acabam bombardeando seu casamento.

Tenham em mente que vocês são um em pensamento e ação. Não haja de maneira que possa magoar seu cônjuge. Não faça algo que não gostaria que ele fizesse a você. Sejam honestos e íntegros, alimentem o amor que sentem um pelo outro, e assim poderão ter um casamento sadio e feliz.

Toma un momento para compartir …

Renata Finholdt

Renata Finholdt é formada na área de Recursos Humanos com enfâse em treinamentos.